Resenha: Mentirosos (E. Lockhart)

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014




Título: Mentirosos
Título Original: We were liars
Autor: E. Lockhart
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765480
Ano: 2014
Páginas: 272

Preço: R$ 24,90
Sinopse: Cadence vem de uma família rica, chefiada por um patriarca que possui uma ilha particular no Cabo Cod, onde a família toda passa o verão. Cadence, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat (os quatro "Mentirosos") são inseparáveis desde os oito anos. Durante o verão de seus quinze anos, porém, Cadence sofre um misterioso acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos, tentando juntar as lembranças sobre o que aconteceu. "Emocionante, bonito e devastadoramente inteligente, 'Mentirosos' é absolutamente inesquecível." - John Green, autor de "A culpa é das estrelas" "Uma história assombrosa sobre como as famílias vivem suas próprias mitologias. Triste, maravilhosa e real." - Scott Westerfeld, autor de "Feios"

            Mentirosos foi escrito pela E. Lockhart  e publicado aqui no Brasil pela editora Seguinte, confesso que já havia lido outro livro da autora e por isso estava com expectativas altas, porem acabei me decepcionando.

            Cadence é uma garota de dezessete anos que provém de uma família rica e aristocrática. Desde os oito ela tem amigos inseparáveis, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat, todos os verões eles se encontram na ilha particular da família e juntos formam os Mentirosos. No verão dos quinze, algo acontece, Gat e Cadence vivem um romance e um terrível acidente os separa, ela passa quase dois anos sem voltar a ilha, passa a ter terríveis dores de cabeça e amnésia sobre o que realmente aconteceu naquele verão. Quando volta para passar ao menos um mês na ilha as lembranças podem revelar algo terrível.

            O livro é todo narrado em primeira pessoa e nossa narradora é a Cadence, o que a meu ver teria tudo para tornar o livro muito mais cheio de suspense, porém não é isso que acontece, antes da página cinquenta qualquer pessoa com o mínimo de imaginação no mínimo já teria desconfiado o que aconteceu no verão dos quinze.

            Eu gosto da forma como a autora trabalha a questão da culpa e a temática de famílias aristocráticas em decadência e as questões raciais, esse é um tema que me parece ser recorrente em sua escrita. Ela falhou sim quanto ao suspense, mas trabalhou com maestria nessas temáticas.

            As características da personagem creio que não me agradaram tanto, é uma mistura de anti-herói com mocinha arrependida e creio que eu esperava uma postura um pouco diferente de Cadence. Dos outros personagens para não dar muitos spoilers só posso dizer que a mãe dela é realmente uma pessoa odiosa e o avô um babaca arrogante, de resto vocês tirarão suas próprias conclusões.

            A capa eu acho que tem tudo a ver com o enredo, essa coisa meio borrada é sim parte de tudo que acontece. A diagramação está ótima, folhas amarelas, revisão bem cuidada e as margens certinhas. Enfim, eu fiquei um pouco decepcionada, principalmente por conta do bafafá que muita gente fez por aí por causa desse livro.


6 Comentários:

Karina Erika disse...

"Mentirosos" me pareceu um livro incrível, depois de ter visto todo esse "bafafá", como disse. Ainda pretendo Lê-lo um dia.

http://eueminhacultura.blogspot.com.br/

aninha disse...

chato demais ler um livro e ficar com a sensação de poderia ter sido melhor. uma pena que não teve o equilíbrio certo entre o suspense e as situações que levam Cadence a todo esse transtorno. ainda bem que em outros tópicos a autora soube desenrolar a história pra não ficar uma leitura maçante. não é minha prioridade de leitura, mas aparecendo oportunidade, eu leio com certeza. bj Pri!

Nathalia Simião disse...

Você é a primeiríssima pessoa que eu vejo que não gostou de Mentirosos Priscila :o E acho isso até bom, da uma segunda visão pra gente. Ainda me sinto interessada pela história mas agora já não tenho tantas expectativas.

mirian kelly disse...

Sempre quis saber o que aconteceria com Candece, se ela voltaria da memoria e reencontraria Gat.

Fábrica dos Convites disse...

Este livro tem ido e voltado no meu conceito. Eu geral não é um livro que eu vá correr para ler, mas gostaria de conhecer e tirar a cisma.
Bjs, Rose

drielymeira disse...

Uau, é a primeira resenha desse livro que eu encontro e não dá cinco estrelas ou favorito *-* estou bastante curiosa para lê-lo, uma pena que você tenha se decepcionado com ele

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D