Resenha: Príncipe Mecânico (Cassandra Clare) As Peças Infernais #02

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014


ISBN: 9788501092694
Ano: 2013
Páginas: 406
Editora: Galera Record
R$ 26,60 até R$ 40,00
Sinopse: Tessa Gray não está sonhando. Nada do que aconteceu desde que saiu de Nova York para Londres — ser sequestrada pelas Irmãs Sombrias, perseguida por um exército mecânico, ser traída pelo próprio irmão e se apaixonar pela pessoa errada — foi fruto de sua imaginação. Mas talvez Tessa Gray, como ela mesma se reconhece, nem sequer exista. O Magistrado garante que ela não passa de uma invenção. Para entender o próprio passado e ter alguma chance de projetar seu futuro, primeiro Tessa precisa entender quem criou Axel Mortmain, também conhecido como Príncipe Mecânico.

A vida de Tessa Gray está um turbilhão desde que chegou a Londres. Foi raptada por duas irmãs sombrias, mas a sorte é que Will Herondale a salvou e mostrou que existe um mundo escondido no nosso. Mas claro, nem tudo é um mar de rosas, o Magistrado está atrás da garota e vai caber a Will e a Jem proteger a indefesa donzela.  Só que existe um grande problema, tanto o Herondale quanto o Carstairs a amam.


Confesso que depois do final de Anjo Mecânico eu tinha medo do que poderia acontecer neste livro. Tinha altas expectativas que foram cumpridas e superadas. É tão difícil resenhar um livro que amamos tanto, acreditem, não é fácil conter ataques de fãs. Mas enfim, eis minha opinião sobre Príncipe Mecânico.

Uou, como as coisas melhoraram neste livro. Apesar de ter gostado de Anjo Mecânico, este volume foi arrebatador, sério, este é o tipo de livro que não tinha como ficar melhor. A trama ficou mais complexa do que já era e os personagens ficaram mais ferozes, os acontecimentos foram como uma avalanche, repletos de surpresas que deixam qualquer um boquiaberto com aquilo tudo.

Incrível como a Cassandra Clare consegue encaixar os fatos nos momentos certos, chega a ser assustador a forma como ela rege a história, é totalmente impecável. Este livro, ao contrario de Anjo, não contem partes que se arrastam. Durante a leitura, percebi a gradativa evolução dos protagonistas, conhecemos melhor o Jem e descobrimos algumas coisas sobre Will, Tessa é um caso a parte, ela é uma personagem que nem uma redação conseguiria descrever suas qualidades.

Gostei da forma como as informações chaves foram dadas e o clímax foi mais do que satisfatório. O final dispensa comentários, é um choque imenso para os leitores, acreditem você vai desejar loucamente Princesa Mecânica. Enfim, depois do começo morno em Anjo, Príncipe vem arrebatar os corações dos leitores e fazer com que até os corações de pedra amoleçam com a ternura da história. Queria deixar meus parabéns para a Galera Record que fez um trabalho magnífico com a edição deste livro, tornando ainda mais especial à leitura.

 
Resenhado por Rodrigo Batista

4 Comentários:

mirian kelly disse...

Não li este livro!
Mas posso dizer que tenho grandes chances de ler ele. estou meio confusa pela Tessa.

aninha disse...

ainda não tive oportunidade de ler As Peças Infernais, mas sei que Cassandra Clare é capricha nas suas histórias! toda a trama me pareceu forte, ágil e cheia de surpresas e reviravoltas que surpreendem o leitor. amo as capas dessa série! e essa não fica atrás, tem um ar de mistério, amo. tô me organizando e ano que vem vou começar essa série.

Nathalia Simião disse...

Ai meu Deus, preciso ler esse livro logo. Já faz séculos que eu li Anjo Mecânico e adorei, mesmo achando morno, e até hoje não tive a chance de comprar Príncipe ainda. To louca querendo saber mais da Tessa, do Will e do Jem.

drielymeira disse...

Adoro os livros da Cassandra ♥ ainda não comecei a ler essa série, mas tenho Anjo Mecânico aqui. Me disseram que a protagonista é bem mais interessante que a Clary, espero mesmo que seja...haha'

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D