[LANÇAMENTO] NVersos





Hoje venho falar para vocês do novo lançamento da Editora NVersos, é um livro sobre Machado de Assis!


Editora:NVersos
Autora:Autora: Ana Cláudia Suriani da Silva
Páginas: 288



Publicado originalmente no formato de folhetim na revista de moda A Estação, o romance Quincas Borba, de Machado de Assis é considerado um dos mais importantes da obra Machadiana e um dos que definem seu estilo de narrativa, realista e irônica. Último romance  publicado por Machado no então tradicional formato de publicação seriada em periódico  foram as dificuldades enfrentadas pelo autor durante a publicação e sua transição para a obra como volume completo que definiram pontos importantes do estilo de escrita do mais relevante autor brasileiro. São essas diferenças entre as obras, seus pontos de encontro e distanciamento e suas consequências que são estudados por Ana Cláudia Suriani da Silva, em seu livro Machado de Assis: do folhetim ao livro. Produzido como projeto de doutorado da autora e originalmente publicado em inglês, a obra analisa o processo criativo do romance Quincas Borba em seus dois momentos distintos: sua publicação original como folhetim num periódico, e como esta dialogava com os outros elementos da revista, seus anúncios, gravuras e colunas, e sua publicação como volume único, e como as dificuldades da publicação em folhetim influenciaram a produção da obra definitiva, sua narrativa global ao invés de  progressões episódicas lineares. Além disso, Ana Cláudia busca mostrar como o enfoque da  revista, dedicado à moda e aos interesses da elite contribuíram para marcar no autor sua narrativa realista e irônica, dedicada a criticar os costumes e a situação política de seu tempo com mordacidade. Uma análise da coisificação do indivíduo, do homem tornado objeto pelo  homem e como os vencedores tendem a ficar com os tubérculos.

Bem, me parece um livro muito bom para fãs do autor e para quem trabalha na área de Letras.
4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

4 comentários

  1. Como é um projeto de doutorado, creio que deve ter um teor bem técnico. Nesse momento, não o leria. Mas, quem sabe em um futuro bem distante, não é?!?!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  2. isso mesmo Pri, os fãs de Machado e quem trabalha nessa área vai amar! mas te contar, se fosse sobre José de Alencar eu já ia querer!! <3

    ResponderExcluir
  3. Eu não leria por motivos de: não sou fã do autor. No entanto, reconheço que fãs e estudantes de Letras iriam amar ler um livro desse tipo.

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi falar sobre esse livro. Não costumo muito ler livros assim, mas parece bem bacana para estudantes, e eu recomendaria para meu colégio. Principalmente porque em literatura estávamos aprendendo sobre os folhetins, e Machado de Assis.
    Bjs Pri.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário, ele é muito importante para mim!