Resenha: Animate Me - Amor Criativo (Ruth Clampett)

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015



Título: Animate me - Amor Criativo
Autor: Ruth Clampett
Edição: 1
Editora: NVersos
ISBN: 9788564013933
Ano: 2014
Páginas: 400



Sinopse: O livro é narrado por um nerd – Nathan, um rapaz de 20 e poucos anos, tímido, talentoso, fã de quadrinhos e que nutre uma paixão secreta por sua colega de trabalho, a executiva Brooke, de 30 anos.  Sem esperanças de que um dia a garota poderia sequer notá-lo, Nathan começa a escrever uma história em quadrinhos com sua versão do mundo a partir do seu amor por ela. O que ele não esperava era que um projeto em comum os unisse. A partir de um encontro inesperado numa loja de acessórios para computadores, Nathan passa a levar café para Brooke todas as manhãs em seu escritório, mas um detalhe pra lá de sedutor marca o ritual: em cada copo ele desenha uma ilustração, e cada imagem é uma espécie de sinal que apenas eles conhecem.  Depois de saber que Nathan está apaixonado por uma colega de trabalho, Brooke passa a ajudá-lo a tornar-se um conquistador, porém, mal sabe ela que a tal colega é ela mesma. Depois de algumas “aulas” recheadas de muito erotismo, o casal mergulha num tórrido romance. O único problema é que Brooke é uma mulher comprometida, e com ninguém mais ninguém menos que com o presidente da empresa em que eles trabalham.






                         Animate Me - Amor Criativo foi escrito pela Ruth Clampett e publicado aqui no Brasil pela editora NVersos. Eu me interessei por ler por indicação de uma amiga e confesso que comprei apenas por causa do copinho lindo que acompanha e que eu não usei por pena por que ele é realmente lindo.


                                Nathan Evans é um ilustrador talentoso que trabalha fazendo quadrinhos e outras coisas em uma empresa. Ele é completamente apaixonado pela namorada do chefe, a bela Brooke, quando um dia ela entra na loja de eletrônicos que ele está fazendo um bico as coisas começam a mudar. Nathan resolve que Brooke pode ser sua amiga e quando eles começam a se aproximar ela decide ajudá-lo a conquistar a garota dos sonhos, treinando beijos e outras coisas mais quentes com ele. O que ela não imaginava era que Nathan era completamente apaixonado por ela e que para ele ela era a super heroína de seus quadrinhos, a Garota B.

                                A narrativa é em primeira pessoa e nosso narrador é o Nathan. Amei essa visão de um nerd completamente fora de seu elemento, mas que mesmo assim é homem e totalmente safadinho! Adoro! Cada começo de capítulo tem também uma epígrafe bem geek, que vão desde citações de falas de personagens de desenho como o Bob Esponja até personagens como o Batman. O livro apesar de ter um clima bem leve, não se enganem é sim um Young Adult e tem muitas cenas quentes, nada assim tão pornográfico, porém nada inocente, pelo contrario nosso casal aqui protagoniza momentos de trocas de carícias e outras coisas mais, se é que vocês me entendem. Até por que não é por ser nerd que Nathan é santo, muito pelo contrário.

                           Eu amei completamente essa história, tem elementos de comédia, muitas referências a coisas do universo nerd, não só dos quadrinhos, mas coisas como filmes, desenhos, trilhas sonoras, personagens e várias outras coisas que todo nerd adora. Além do mais Nathan é realmente um personagem apaixonante, ele é lindo, tímido, completamente apaixonado por Brooke e faz de tudo para conquistá-la. Já ela realmente precisava de alguém como Nathan a seu lado, Brooke parece desabrochar com ele a seu lado, ela é completamente apaixonada por coisas como quadrinhos e todas as coisas geek que Nathan adora e naquele momento ela estava se anulando em uma relação completamente abusiva com Arnould. Além deles, temos outros personagens incríveis como o irmão de Nathan, a dona da loja de quadrinhos, Dani e Nick que são o casal que ele ajuda a ficarem juntos novamente, enfim a autora ainda teria muita história para contar caso quisesse explorar outros casais do livro, pois eles são muito interessantes.

                         
                       A capa é tão significativa e ainda é azul! Eu amo. Porém quanto a diagramação eu tenho algumas ressalvas bem chatas, encontrei alguns erros de revisão grotescos, as folhas brancas não ajudam na leitura e definitivamente não gostei do livro não ter orelhas parece edição econômica, o que não é. Em compensação, temos muitoooss desenhos fofos em todo o livro e detalhes que separam os capítulos e cenas. Enfim, apesar das coisinhas chatas é um livro que vale muito a pena ser lido.

7 Comentários:

aninha disse...

comprei esse livro por indicação da Leili <3 amei Nathan e Brooke! a história é simples mas com tudo na medida, o romance, o drama, e todas as referências a filmes, desenhos, a autora acertou em cheio! a capa é uma fofura, uma pena mesmo que não tenha orelha, ficou meio solto, eu não gosto. a e meu copinho tbm tá aqui guardado, não usei hahaha! é muito lindinho! leitura leve e bem gostosa =)

Anne Viana disse...

Adoreeeei essa capa.. Comprei esse livro ano passado..e pra variar ainda não li,adorei o copo,mas eu uso todo dia ^^
Pensei que era só eu que tinha achado estranho essa capa não ter orelhas,não tenho problema com folhas brancas,mas com essa capa tem que ter o cuidado redobrado =/

http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

Wal Bandeira disse...

Eu ja tinha olhado este livro na livraria mas como não tinha visto nada a seu respeito, acabei desistindo.
Mas me parece ser bem fofo, so não gosto de triangulos..o que pela jeito tem no livro, mas quem sabe da proxima vez que for a livraria ele venha para casa comigo, e fora que a capa é realmente muito linda,
uma pena erros num livro, mas algumas editoras não tem prestado muita atenção neste quesito..
beijos.

Ingrid Sodré disse...

Ah! Amei a premissa desse livro. Não conhecia, acredita? Dei uma pesquisada no Google e vi o copo. Eu quero! ): Eu também não usaria, deixaria de enfeite na estante, porque sim.
Bom, eu gostei bastante da história e fiquei curiosa pra saber como vai terminar. Espero ter a oportunidade de lê-lo.

Vick Ventlando disse...

Ahhhh, que lindo! ADORO qualquer coisa nerd/geek USAHUSAUSHAUHS principalmente quando tem referências que só os nerds entendem. NECESSITO DE UM COPO! UASHUASHUHS
Aiai... amor nerd... como eu adoro.


Beijos, obrigada pela "indicação" USAHUSAUS

Gabriela Az disse...

Nathan parece tão romântico, já me conquistou <3 A história parece bem envolvente, e com certeza parece fluir bem, além do mais a capa é muito bem trabalhada, dá até vontade de receber café em copos feitos por Nathan.
Beijoos Pri

Nardonio Alves disse...

O que achei interessante nesse livro é que ele é narrado por uma personagem masculina. Essa característica fugiu um pouco do lugar comum dos livros do gênero. Outra coisa que gostei foi dessa capa também. Mas é uma pena que tem esses erros grotescos que a revisão deixou passar. Pequenos erros eu até entendo, mas grotescos?!?! Fala sério!

@_Dom_Dom

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D