Resenha: Simples Perfeição (Abbi Glines) Perfeição #02

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015


Título: Simples Perfeição
Autora: Abbi Glines
Série: Perfeição/Rosemary Beach - Livro 02
ISBN: 9788580413571
Ano: 2015
Páginas: 208
Editora: Arqueiro
Sinopse: Woods teve sua vida traçada desde o berço. Cuidar dos negócios da família, casar com a mulher que os pais escolheram, fingir que riqueza e privilégios eram tudo de que ele necessitava. Então a doce e sensual Della apareceu e conquistou seu coração, abrindo seus olhos para um novo futuro. A vida do casal seguia para um final feliz, até acontecer um imprevisto: a morte do pai de Woods. Da noite para o dia, o rapaz herda o império Kerrington e, embora sempre tenha almejado essa posição, precisará de toda ajuda possível para provar que está à altura de tanta responsabilidade. Della está determinada a ser o apoio de que Woods necessita, mas os fantasmas do passado ainda estão presentes e mais intensos do que nunca. Pressionada pela ex-noiva e pela mãe de Woods, ela toma a decisão mais difícil de sua vida: abdicar da própria felicidade pelo homem que ama. Mas os dois terão a força necessária para seguir em frente um sem o outro? Concluindo a sedutora história de Woods e Della, Simples perfeição é o romance mais surpreendente de Abbi Glines e mostra que encontrar alguém pode ser um golpe do destino, mas descobrir a perfeição ao lado dessa pessoa requer aceitar a si mesmo e superar os piores obstáculos a dois.

Para ler a resenha livre de spoilers de ESTRANHA PERFEIÇÃO clique aqui. Esta resenha não contém spoilers de nenhum dos livros. 
Simples perfeição começa bem onde Estranha perfeição acabou. No fim do primeiro livro aconteceu uma coisa que mudou completamente o rumo da vida de Woods e consequentemente de Della Sloane. Woods toma as rédeas da situação e do Country Club da família  Kerrington e dá a louca fazendo o que bem quer. 

Della continua a mesma personagem blergh do primeiro livro, chata pra caramba, e Woods está cada vez mais parecido com... Rush. A história continua sem muitas surpresas em boa parte do livro e um clichê enorme acontece: Della escuta parcialmente uma conversa entre Jace e Woods e decide ir embora.


Woods entra numa depressão sem fim, assim como Rush em Tentação sem limites, quebrando tudo e bancando o mauricinho mimado e sem personalidade, como se toda a vida dele dependesse de uma mulher que ele conhece a apenas uns meses. Reação completamente exagerada e desnecessária. Woods me irritou muito neste livro porque nunca vi pessoa mais carente, obsessiva e stalker do que ele. Até deu pena da Della, porque a coitada estava cercada por todos os lados. Nem ir ao banheiro sozinha a coitada conseguia ir. HaHaHa. Cadê aquele cara confiante, seguro de si, a quem todos procuravam quando os problemas apareciam? Porque Woods ERA sinônimo de sensatez e calma! 



Durante o período em que Della desapareceu da vida de Woods aconteceram algumas reviravoltas e revelações sobre o seu passado que, em minha humilde opinião, foram muitas, muito rápidas, talvez desnecessárias e com certeza forçadas, apenas para garantir que o happy ending do casal fosse "perfeitinho", embora eu ache que dava para ter rolado um final feliz muito mais verossímil sem a necessidade de fazer o que a autora fez, desconstruindo todo o passado de Della. Infelizmente não dá pra explicar a situação sem dar spoiler, então vou deixar vocês na curiosidade. A autora simplesmente inseriu muita informação nova e muitas mudanças na vida dos personagens em um pouco mais de duas semanas. Completamente inacreditável, que terrores e traumas pesados que duraram TODA uma VIDA, acabem em...duas semanas. Aham, ok, senta lá Claudia, ou melhor, Abbi.  

Aconteceu também uma tragédia que sim, eu tive vontade de chorar porque foi muito muito triste, e eu achei que Abbi Glines foi bem ousada para fazer o que ela fez neste livro. Junto com esta tragédia houveram revelações e alguns fios soltos desde Tentação sem limites começaram a se amarrar; Novos personagens foram acrescentados à trama e podemos esperar mais alguns livros situados no universo de Rosemary Beach. Tem muita história pela frente e acho que os próximos livros podem falar de Bethy, Tripp, Grant e o mais esperado por mim, o de Nan, porque ô mulher louca, tem que ter uma história muito brutal por trás dessa garota.



A parte boa do livro fica com a fluência da narrativa de Abbi, que é uma coisa que nem Freud explica, porque eu não consigo largar os livros dessa mulher, mesmo não dando mais do que três estrelas para cada um que leio. A escrita dela é deliciosa e mesmo que as histórias não sejam grandes tramas e não tenham nada de diferente do que estamos habituados a ver por aí, ainda assim conseguem prender a atenção do leitor, fazendo com que este entre no universo criado pela autora e se sinta próximo dos personagens. Uma novidade: este livro não tem cenas de sexo em todos os capítulos. HaHaHa.



A revisão deste está ok, diferente do que aconteceu com Amor sem limites que a Arqueiro errou feio no revisor, que conseguiu me deixar bem irritada com tantos erros. A capa segue o padrão, não curto capas com pessoas mas isto também não é novidade. Este é o último livro da história de Woods e Della, mas com certeza não será a última vez que ouvimos falar deles. Recomendo para os fãs da série. 

5 Comentários:

fernandakaren disse...

HAHAHA Gente, ADORO as resenhas desse blog!
São de uma macies de seda incríveis! HAHAH Sério, verdades precisam ser ditas e quando leio as resenhas, parece que estou ouvindo alguém falar. Portanto, parabéns!
Sobre os livros de Abbi, EU GOSTO! Ainda não li nenhum do ciclo Perfeição, mas resolverei isso em breve.
Estou ansiosíssima pela história de Grant e Harlow porque OMG eles são adoráveis! (Espero que a autora não confunda a personalidade dele com a de Rush, como fez com Woods. Francamente, viu. Affo.)

Enfim, enfim, amey ter a tua perspectiva desse livro, Dana.

Beijos <3



@FernandaKaren

Ingrid Sodré disse...

Eu tinha vontade de ler os primeiros livros, mas confesso que depois de ler algumas resenhas e perceber que o enredo, na verdade, não tem absolutamente nada de novo, eu desanimei. Daí quando fiquei sabendo que tem livros sobre ciclano e fulano que fez parte da primeira história, desanimei total. Fiquei curiosa a respeito da escrita da autora, mas sobre as histórias em si, não.

aninha disse...

esse é o grande defeito dos livros da Abbi Glines, tem partes exageradas, rápidas e desnecessárias. por outro lado, a gente não consegue largar os livros dela por causa disso, ela escreve bem, é fluída e deixa aquele gosto de querer saber o que vai acontecer! eu gosto do Woods, dei uma desanimada em saber que ele ficou com atitudes parecidas com o Rush =/ mas a Abbi sabe como dar uma equilibrada nas situações mesmo sendo previsível. ta na minha lista de leitura com certeza =)

Gabriela Az disse...

Não sou fã de literatura hot mas pelo que eu ouvi falar sobre os livros da escritora, apesar de ser bem exagerado, a escrita dela faz com que a leitura valha a pena. Mas sua resenha está ótima Jordana
Beijinhos :)

Nardonio Alves disse...

Só uma narrativa poderosa mesmo para conseguir passar por cima de todos esses probleminhas que apareceram nesse volume. Protagonista feminina chatinha, protagonista masculino mudando de personalidade e parecendo com o protagonista da série anterior, e situações surreais na vida do casal. Que coisa mais clichê e desnecessária, não é?!?!

@_Dom_Dom

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D