Resenha + Sorteio de 5 exemplares: Entre Quatro Poderes (Grupo [Sic])

sexta-feira, 27 de março de 2015



Título: Entre Quatro Poderes
Autor: Grupo (sic)
Edição: 1
Editora: Novo Século
ISBN: 9788542803518
Ano: 2014
Páginas: 248




Sinopse: Entre quatro poderes - O prefeito de Suares, uma pequena cidade do estado de São Paulo, passa por um momento crítico. Com a Polícia Federal em sua cola e sua vida pessoal desmoronando, o império construído com sangue e mentiras está prestes a ruir. Churrasco, envolto pelas sombras da vida pública, descobriu da pior forma possível que a caminhada de um político pode ser solitária e que cada decisão tem um preço. Só resta saber o quanto ele está disposto a pagar. No final das contas, todos conhecem a vida do homem público, mas sempre existe a história por trás da história.



                  Entre Quatro Poderes foi escrito por um grupo de jornalistas que se denominam "Grupo" e foi publicado pela Editora Novo Século. Fiquei curiosa, pois a temática é sobre política nada mais atual no momento, não é?


                   Churrasco e Cláudio são irmãos e moram em uma pequena cidade no interior de São Paulo chamada Suares. Como toda cidade pequena no Brasil, Suares sofre com os desmandos da prefeitura, roubos, obras superfaturadas e um esquema que coloca milhões nos bolsos de quem está no poder. No começo Churrasco tenta fazer oposição a esse governo, ele faz parte da oposição ferrenha que a situação tem que lidar, porém isso não dura muito tempo e anos depois ele e o irmão Cláudio estão envolvidos até o pescoço com os esquemas de corrupção.

                           Eu gostei muito da forma de escrita dos autores, é bem coloquial mesmo, cheio de marcas de oralidade como gírias e marcas regionais paulistas como o famoso "meu", na minha opinião é algo que aproxima mais o público dos personagens fazendo com que eles se vejam naquelas mesmas situações.

                          A personalidade dos irmãos é oposta, enquanto Churrasco inicia a narrativa como um homem honesto, Cláudio desde sempre foi a maçã podre no cesto. Quando o primeiro começa a se corromper nós não temos como deixar de pensar que todo homem pode ceder a desonestidade. Durante muitos capítulos ambos se envolvem em falcatruas e em desvio de dinheiro público. É uma narrativa bem real, parece muito com várias matérias que vemos sempre nos principais veículos de notícias do país.

                            Essa capa também é bastante expressiva e metafórica, afinal nada como um tomate podre com uma coroa na cabeça, não é? A diagramação está ok. Enfim, acho que no cenário político atual do nosso país esse livro é algo indispensável para se ler.


CLIQUE NA IMAGEM E PARTICIPE!!! 

3 Comentários:

aninha disse...

infelizmente, parece que aqui no Brasil, é mais fácil ser corruptível. bem atual o que acontece no livro e os personagens são irmãos, outro ponto bem interessante. a capa é excelente! exemplifica bem o que o país passa. anotado a dica =)

Glabelle Maria disse...

O principal motivo do livro chamar a minha atenção foi justamente sobre tratar de uma questão política....Acho que me ajudaria bastante a entender este assunto.

Anderson Fernandes disse...

Ótima resenha e mais uma vez obrigado por aceitar o desafio de resenhar o livro! Vejo muitas pessoas comentando que não gostam de política, que evitam o tema. Porém, gostando ou não, é a política que move nossas vidas. Tudo está relacionado a ela ou não! Porém, a escolha por melhorias está em nossas mãos, ou melhor, no nosso voto. E certamente as pessoas poderão escolher melhor seus representantes nas diferentes esferas do poder sem saberem o que realmente acontece nestes locais.

Desta maneira, o livro Entre Quatro Poderes discute o relacionamento entre as pessoas que comandam a política brasileira, reunindo histórias fictícias similares a casos vivenciados pelos autores.

Entre Quatro Poderes é um romance cujo protagonista é Churrasco, o prefeito da cidade de Suares, que ao perceber que a Polícia Federal está na cidade para prendê-lo, começa a repensar suas ações no comando do Executivo.

A publicação traz ao público o que acontece nos bastidores da política e quase nunca é divulgado. O romance se passa na cidade fictícia de Suares, porém, representa a realidade política enfrentada em muitos municípios em todo País. Certamente será uma obra literária que aguçará as discussões sobre o verdadeiro papel do político frente as demandas do povo.

A iniciativa de escrever o livro germinou de repetidas discussões sobre política, quase que diária, depois do expediente de trabalho. Diante das muitas interrogações surgidas das conversas entre os quatro jornalistas, surgiu a ideia de se pesquisar sobre o assunto e colocar tudo no papel. Decidimos pela ficção e criamos personagens para situações que já foram diversas vezes estampadas em capas de jornais.

Na verdade, o que os quatro pretendem com o leitor é que ele, na sua leitura, entenda como é o processo político, principalmente no caso dos escândalos e da corrupção. Como isso acontece, e como, muitas vezes, mesmo inocentes, e bem intencionados, alguns políticos são envolvidos. A história se desenvolve de forma que o próprio leitor terá a sua interpretação, quanto à inocência ou a culpa de um ou outro político.

Claro que tem culpados na nossa ficção, e inocentes, e que tudo, se bem entendido na leitura que faz o leitor, tem um porquê, e esse julgamento será feito conforme o entendimento dessa leitura.

Grande abraço!

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D