Resenha: Jamie Dornan: Tons de Desejo (Alice Montgomery)

segunda-feira, 2 de março de 2015


Título: Jamie Dornan: Tons de Desejo
Autor: Alice Montgomery
Edição: 1
Editora: BestSeller
ISBN: 9788576849025
Ano: 2015
Páginas: 266


Sinopse: Jamie Dornan: Tons de Desejo - Jamie Dornan está prestes a se tornar um dos maiores símbolos sexuais do cinema ao dar vida ao Sr. Grey, o polêmico e irresistível personagem de Cinquenta Tons de Cinza. No entanto, o jovem ator se mantém quase tão enigmático quanto o personagem que interpretará.  O livro de Alice Montgomery revela tudo que os fãs querem saber sobre o misterioso Jamie, desde sua infância trágica até seu  trabalho como modelo da Calvin Klein, passando por seu namoro com Keira Knightley e o casamento com Amelia Warner.  Como o papel de um famoso bilionário sadomasoquista se relaciona com a imagem real de marido e pai de família exemplar?  E como Jamie lidará com a fama após Cinquenta Tons de Cinza o levar ao estrelato? 



                  Com o sucesso do filme de Cinquenta Tons de Cinza os olhos do mundo todo estão em cima de Jamie Dornan e esse livro traz uma biografia escrita pela Alice Montgomery e publicada aqui no Brasil pelo selo BestSeller da  Editora Record.


                      Jamie Dornan é um misterioso britânico que caiu nas graças do público ao ser escolhido para interpretar o multimilionário Christian Grey, mas como esse ex-modelo chegou ao estrelato? Quais seus outros trabalhos? E sua vida pessoal? Nada disso era de conhecimento público antes, mas agora todos parecem querer um pedaço do mais novo queridinho do momento.

                   Como a maioria das biografias, Tons de Desejo é escrita em terceira pessoa e a autora mescla fatos da vida pessoal do ator, com críticas a seus trabalhos, antigas entrevistas, etc.

                     Dentro da estrutura de biografia achei bem estruturada a questão de alternar coisas sobre trabalho com a vida pessoal de Jamie, temos muitas curiosidades a respeito de entrevistas que ele deu no passado, críticas de imprensa especializada, entrevistas dos colegas, até mesmo um pouco sobre sua atual esposa Amelia temos um capítulo sobre. Aprendemos um pouco mais sobre ele e como Jamie é um homem de família dedicado a esposa e a filha e que está um pouco intimidado com a fama e que tem um humor auto depreciativo que parece ser característica britânica.

                      Algo que me deixou bastante incomodada, porém, foi a insistência constante da autora em comparar a fama de Jamie e Dakota com os atores Robert Pattinson e Kristen Stewart da série Crepúsculo. Ok, não podemos negar que Cinquenta Tons de Cinza inicialmente era uma fanfiction de Crepúsculo, mas o material difere e muito da obra inicial não é? Christian Grey e Anastacia praticamente não tem nada de Edward e Bella. Assim como creio que Jamie Dornan e Robert Pattinson não parecem ter a mesma noção na carreira e definitivamente as relações entre Robert e Kristen e Dakota e Jamie são completamente diferentes, enquanto o primeiro casal namorou na vida real, o segundo não passam de amigos, não podemos esquecer que Jamie é um homem muito bem casado. A autora parece discordar disso e deixa a entender, ao menos a meu ver, que grande parte da relação de Robert e Kristen veio para promover a histeria do público e que Jamie e Dakota possivelmente estariam indo pelo mesmo caminho, o que eu discordo. Isso me deixou bem chateada como fã das duas séries e da maioria dos atores em questão.


                    A capa é uma foto de Jamie, convenhamos que é um bálsamo para os olhos. A diagramação está ok. Enfim, apesar da ressalva indico para os fãs de Jamie Dornan.

5 Comentários:

Fábrica dos Convites disse...

Oi Priscila, não tive interesse em conhecer mais da vida do autor, mas achei chato isso que você falou sobre a autora. O cara é casado, ela deveria respeitar isso.
Bjs, Rose

aninha disse...

não gosto muito de biografias, os autores como essa daí, tem uma tendência a querer "fabricar" algo baseado na própria opinião, acho mais do que desnecessário. legal saber da vida, trabalhos, entrevistas do biografado, no caso o Jamie que é um cara que tá merecendo muito todo reconhecimento que está alcançando. mas quando forçam a barra, fico chaaato. para s fãs do Jamie com certeza vale a pena =)

RUDYNALVA SOARES disse...

Priscila!
Devo concordar que nada tem haver o sucesso do casal de Crepúsculo com o do 50 Tons. Talvez a escritora seja mais uma daquelas jornalistas que veem maldade em tudo, concorda?
Gostaria de saber sim um pouco mais sobre a vida do Jamie Dornan porque gosto de conhecer a vida real dos artistas.
cheirinhos
Rudy

Glabelle Maria disse...

Embora o Jamie seja um gato, e por ter amado o papel dele no filme, também não sinto a mínima vontade de ler esta biografia... kkkk
#I'mSorryJamie

Nardonio Alves disse...

Quando vi esse livro, fiquei me perguntando se o Jamie teria tanta história assim para já ter uma biografia. Pelo jeito, acho que sim! Mas essa forçação de barra que a autora fez comparando os dois casais foi pesada demais, hein?!?! Digna de uma fofoqueira de celebridades de primeira. Enfim, como não sou fã de livros do gênero mesmo...


@_Dom_Dom

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D