Resenha: Simplesmente Acontece (Cecelia Ahern)

quarta-feira, 4 de março de 2015

Simplesmente Acontece
Cecelia Ahern
ISBN: 9788581635453
Ano: 2014 
Páginas: 448
Idioma: português 
Editora: Novo Conceito

Simplesmente Acontece - O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para outra simplesmente não conseguem ficar juntas? Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos. Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails e cartas. Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.



Rosie e Alex se conhecem desde que tinham 5 e 6 anos. Sempre foram melhores amigos e sentaram-se juntos na escola durante 12 anos. Na adolescência o sentimento de grande amizade vai mudando e um deles se apaixona pelo outro... Então o pai de Alex recebe uma proposta emprego para ganhar muito melhor, só que em Boston. Sem opção, Alex vai embora e deixa Rosie para trás, na Irlanda.  


No fim do último ano escolar, terá a festa de formatura e Rosie está ansiosa pois Alex virá para ser o seu acompanhante, mas um imprevisto acontece e ele acaba não podendo voltar à Dublin. Porém Rosie está a apenas um mês de distância de Alex, ela irá juntar-se a ele em Boston para estudar Hotelaria, sua grande paixão desde criança. Mas uma coisa acontece na noite do baile de formatura... uma coisa que mudará a vida deles para sempre. Será que a amizade vai resistir a tudo? E esse amor, será correspondido?

Simplesmente Acontece foi um livro que eu devorei. Em uma narrativa epistolar, ou seja, todo escrito em forma de emails, mensagens de texto, cartas, bilhetes, conversas no MSN e bate papo, etc., conhecemos a história de amizade entre Rosie e Alex. Acompanhamos através de conversas, destes com amigos e parentes, a evolução deles como pessoas, a passagem do tempo e como a vida é cheia de surpresas, acasos, encontros e desencontros. Os emails, cartas, etc, não são somente entre Rosie e Alex, são muuuuitos outros personagens, um deles que eu amei foi a Ruby, amiga para todas as horas! Com certeza você, leitor, assim como eu, vai se emocionar com outras histórias paralelas à de Rosie e Alex! 

É uma narrativa emocionante do começo ao fim, chorei muito em várias partes, dei muitas risadas em outras tantas e terminei com um sentimento de saudade, saudade das cartas, emails, sms, etc. Me senti muito próxima a eles, quase invadindo a privacidade deles. Adoro esse tipo de narrativa pois além de deixar a leitura mais rápida, o leitor se envolve facilmente com a história criando laços com os personagens. 

O mais legal é que embora o tempo vá passando, eles continuam tão amigos quanto antes e conseguimos captar perfeitamente o momento em que ambos deixam a adolescência e passam para a fase adulta. Rosie é uma mulher forte, batalhadora e mesmo tendo apanhado muito da vida e tendo seus planos todos arruinados pelo destino não se deixa abater e prossegue com sua vida dando o melhor de si em tudo que faz. Alex por outro lado eu o achei um frouxo, deixou tantas oportunidades escaparem por entre seus dedos só para se lamentar depois. Fez tantas escolhas que ele sabia que iriam dar errado e mesmo assim foi em frente. Mas talvez essa seja a graça do livro. Personagens totalmente verossímeis, passíveis de erro! Just like us!!! Eu sei que nem sempre só o querer estar perto é o bastante, temos que levar em consideração vários outros fatores, mas é preciso lutar, é preciso pelo menos tentar, e nunca... jamais fugir de um sentimento. 

Alex e Rosie foram separados pelo acaso, destino, ou sei lá o que, por toda uma vida, mas sabe aquela frase: "tudo acontece por uma razão"? Ela nunca fez tanto sentido para mim. 

Livro mais que recomendado. Li há um tempo a versão original e posso garantir que é um inglês bem fácil de ser compreendido. Esta é a edição da Editora Novo Conceito com tradução de Amanda Moura e Ivar Junior, estava ansiosa por ler esta versão para ver como ficou a tradução, e posso dizer que Amanda e Ivar mandaram muito bem! 

Vai ter filmeeeeeeeee!! Confiram o trailer


5 Comentários:

aninha disse...

li esse livro em PDF a um tempinho atrás, lembro que foi o primeiro livro que li todo em forma de mensagens, emails, cartas... achei genial! sofri junto com eles principalmente com Rosie pq né =( fiquei bem ÓÓÓ quando vi que seria filme, bem ansiosa pra ver como vai funcionar na tela grande. por incrível que pareça, não vou reclamar da capa kkkkkk, apesar de não gostar muito de capa de livro igual a poster de filme, essa ficou legal, bem melhor que a primeira =) bj Dana!

Vinicius Teodosio disse...

Não sabia que o livro era escrito de forma epistolar, gosto muito de livros assim, como As Vantagens de Ser Invisível, Cartas de Amor Aos Mortos e Então, Conheci Minha Irmã. Sua resenha está ótima, me deixou bem mais curioso em relação a obra, espero ler antes de assistir o filme.

Beijos,

http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

RUDYNALVA SOARES disse...

Jordana!
Gosto demais da forma que a autora escreve, ela nos envolve de ma forma que ficamos vivenciando todo acontecido com os protagonista.
Não assisti o filme ainda, mas aguardo com ansiedade.
cheirinhos
Rudy

Glabelle Maria disse...

Só em ver o trailer, me deu uma danada vontade de chorar...(Dá pra acreditar?!)
Por se tratar da história entre dois amigos, me recordei de Emma e Dexter, em Um Dia...(Outra história que me fez chorar!)

Nardonio Alves disse...

Nunca cheguei a ler nada com uma narrativa epistolar, mas sempre tive vontade. Concordo com você quando fala em relação a você se identificar com as personagens. A leitura fica muito mais fluida e rápida mesmo. O único ponto negativo é quando o livro termina e você não poderá mais continuar com aquelas personagens que tanto lhe conquistaram.

@_Dom_Dom

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D