Resenha: A Lâmina da Assassina (Sarah J. Maas) Trono de Vidro Livro #0,5

quinta-feira, 2 de abril de 2015



Título: A Lâmina da  Assassina
Autor: Sarah J. Maas
Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501103147
Ano: 2015
Páginas: 406



Sinopse: A Lâmina da Assassina - Conheça o caminho da assassina. Pavimentado com sangue, lágrimas e suor. Implacável, sedutora, letal. Poucos conhecem seu rosto, menos ainda sobrevivem à sua fúria. Não à toa Celaena Sardothian é sinônimo de morte. Suas lâminas são certeiras, assim como seu estranho código de honra e seu aguçado senso de justiça. Mas como uma menina, encontrada agonizando pelo rei dos Assassinos de Adarlan, se tornaria a campeã do rei? Disputada pelo capitão da guarda real e o próprio príncipe herdeiro? No centro de intrigas políticas?  Acompanhe Celaena vencer um lorde pirata e toda sua tripulação; o encontro como uma curandeira; seu treinamento com o Mestre Mudo, senhor dos assassinos silenciosos, nas dunas do deserto Vermelho; a prisão nas Minas de Sal de Endovier; ou, ainda, sua luta contra o mais escorregadio e traiçoeiro dos adversários — o próprio coração.


                 A Lâmina da Assassina foi escrito pela Sarah J. Maas e é um prequel da série Trono de Vidro publicado aqui no Brasil pela Galera Record. Essa é uma das minhas séries de fantasia preferidas e acho que esse prequel deveria ser livro antes do segundo livro e vou explicar o motivo mais a frente.



                   Celaena Sardotien é a Assassina mais famosa e a melhor do reino, ela é impiedosa, rápida e muito habilidosa em matar. Em A Lâmina da Assassina conhecemos os episódios que levaram Celaena as minas de sal de Endovier e quem a traiu e a levou a ser presa e escravizada durante dois anos.

                    É importante ressaltar que essa narrativa deveria ser lida depois do primeiro livro, mas por que eu optaria por isso? Pois eu acho extremamente importante que compreendamos o por que de Celaena ser do jeito que é no primeiro livro, fragilizada, medrosa, até. Muitas vezes nos perguntamos o por que se ela era uma assassina tão f#@$na e no primeiro livro hesita tanto, mas nessa narrativa nós vemos uma jovem que aprendeu a amar, que foi traída e que sofreu o horror de ter tudo tirado de si tão rapidamente. O mundo dela literalmente desabou e seu espírito teve de se acostumar com uma nova realidade. 
                     

                    Percebemos que a personalidade de Celaena é muito humana, diferente do que a sinopse nos leva a crer, ela não é uma máquina de matar sem remorso, sem coração, ela é traída várias vezes, ela tem dificuldade em confiar, ela foi escravizada desde criança e viu seu reino e sua família serem massacrados por um conquistador frio e inescrupuloso que agora logo depois de ela perder sua liberdade e a única pessoa que a amou sem querer nada em troca ela fica frente a frente com ele. Eu acho esse livro essencial para que entendamos um pouco mais como a cabeça da personagem funciona e principalmente para perceber o quanto ela mudou depois de passar pelas minas de Endovier e como sua relação com Sam a atingiu. Sua relação com Arobyn, o mestre dos assassinos também é algo que tem de ser bem observado, ele é como um pai para ela, mas a recíproca não é verdadeira e o final desse livro revela uma informação que a própria Celaena não sabe e que pode ser que seja explorada nos próximos volumes da série.

Eu amo as capas dessa série e essa capa mais colorida é muito significativa do ponto de vista que Celaena tinha todas as cores em sua vida antes de ir parar em Endovier. Já a diagramação está ok, não tem grandes detalhes, mas atende as expectativas de um bom leitor. ENfim, leiam essa série vale e muito a pena.



4 Comentários:

Rodrigo Batista disse...

Priscilaaaaaaaaaaa, paraaaaaa! Eu tô doido pra ler esse livro!! Depois de Coroa da Meia-Noite minha ansiedade só fez aumentar. Queroo muito saber mais sobre a vida da Celaena!!

aninha disse...

como eu quero ler esse livro! acho que vou comprá-lo esse dias =D Celaena é uma das personagens mais legais que li, gosto demais de todo mundo que a Sarah J Mass criou. certeza que vou lê-lo! <3

Priscila Siqueira disse...

tu vai AMAR! kkkkkkk sério e ele fala quem traiu ela viu? QUE NÃO É QUEM ELA PENSA!

Fábrica dos Convites disse...

Oi Priscila, valeu pela dica sobre a ordem de leitura, vou me atentar a isso quando for ler a série.
Bjs, Rose.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D