Resenha: Pines ( Blake Crouch) Wayward Pines livro #1

segunda-feira, 11 de maio de 2015



Título: Pines
Autor: Blake Crouch
Edição: 1
Editora: Planeta
ISBN: 9788542204933
Ano: 2015
Páginas: 344
Tradutor: Monique D'Orazio



Sinopse:  O agente secreto americano Ethan Burke chega à aparentemente pacata cidade de Wayward Pines, em Idaho, Estados Unidos, com a missão de descobrir o que ocorreu com dois de seus colegas, que sumiram sem deixar rastro. Mas, ao chegar, Burke se envolve em um violento acidente de carro e acorda, dias depois, em um hospital da cidade sem sua carteira, seu celular e a pasta que continha os papéis secretos que o levaram até a região. Sem nenhum documento que conforme sua identidade, o agente não convence os moradores da cidade de que é quem diz ser. Para piorar a situação, ele não consegue contatar sua mulher e filho. Rapidamente, Burke percebe que nem tudo é o que parece ser em Wayward Pines e que o cenário bucólico do lugar esconde algo sinistro.



           Pines é o primeiro livro de uma trilogia(?) intitulada Wayeard Pines, escrita pelo autor Blake Crouch e publicada no Brasil pela Editora Planeta. Confesso que fiquei bastante curiosa com a sinope e depois mexendo em um site de séries me deparei com a adaptação do livro feita pela Fox.

            Ethan Burke é um agente do serviço secreto que acorda no meio de uma floresta cheio de machucados, desorientado e sem saber direito onde está ele se lembra aos poucos que está em uma cidadezinha chamada Wayward Pines e que sofreu um acidente há poucos dias. Pouco tempo na cidade ele descobre que coisas estranhas estão acontecendo e que há algo de errado naquela cidade. As pessoas não parecem saber sobre seu acidente, ele não consegue se comunicar com as pessoas no mundo exterior e as pessoas continuam a dizer que ele está louco. Pouco a pouco ele descobre que as coisas não são o que parecem ser.

               A narrativa desse livro é feita em primeira pessoa, porém o que chama mais atenção é a narrativa psicológica, onde as medidas de tempo e espaço se misturam a confusão da mente do narrador. Há lapsos, nada fica muito explicado desde o começo, após alguns capítulos e com a mente de Burke clareando percebemos nuances e o tempo começa a ficar um pouco mais linear.

                Eu particularmente fiquei bem confusa com o começo do livro, mas com o passar das páginas coisas vão acontecendo que tornam a narrativa interessante e prende o leitor. Para quem gosta de séries como Lost esse livro é um prato cheio. E eu amo, então em poucas páginas me acostumei com o estilo de narrativa e da confusão dos personagens.

                   Não gostei muito da personalidade de Ethan, ele parece ser um homem infiel e cheio de arrependimentos que só dá valor a família quando a perde. Não o conhecemos intimamente em sua vida anterior, mas o que vemos não é nem de perto um homem  realmente bom. Conhecemos também um pouco de sua esposa Thereza, que é totalmente dedicada ao amor que sente pelo marido, embora ele a tenha traído várias vezes.

                   Eu gosto dessa capa, ela é bem misteriosa. A diagramação está ok. Então essa é uma trilogia/série que vale a pena para os fãs de distopias e ficção. 

                       Vou deixar o trailer da adaptação aqui embaixo para quem se interessar: 




                                

5 Comentários:

Joyce Oliveira disse...

Oi! Estou bem interessada na série e estou louca atrás do livro. Você o comprou? Há um desfecho nessa narrativa ou deixa muito aberta pra a continuação?

aninha disse...

gosto de livros que mexem com o psicológico do leitor, se é real ou não, se é verdade ou não. o autor só tem que ter cuidado pra não confundir o leitor, ainda bem que Blake Crouch soube sustentar sua história e mesmo com o personagem quase um anti herói (sério, o cara é bem casado e é trai a esposa ¬¬) instiga a leitura com esse suspense. não conhecia o autor e nem o livro. tá anotada a dica =)

Priscila Siqueira disse...

Oi Joyce desculpe pela demora na resposta, esse livro eu recebi em parceria com a editora Planeta, mas ele está disponível já nas livrarias. O final é bem fechadinho sim, há uma continuação, já tem três livros lançados lá fora.

Pati disse...

E eu nem sabia que era uma trilogia, agora serei obrigada a esperar a publicação dos livros restantes :P Algo que me incomodou no livro é que tinham bastante erros de digitação, fora isso, gostei bastante da história.

Thiago Martins disse...

Sabe se a Editora Planeta já lançou os três livros em português?

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D