Resenha: Red Hill (Jamie MCGuire) Red Hill Livro #01

quarta-feira, 20 de maio de 2015



Título: Red Hill
Autor: Jamie MCGuire
Edição: 1
Editora: Verus
ISBN: 9788576863380
Ano: 2015
Páginas: 350
Tradutor: Ana Death Duarte


Sinopse: Para Scarlet, cuidar de suas duas filhas sozinha significa que lutar pelo amanhã é uma batalha diária. Nathan tem uma mulher, mas não se lembra o que é estar apaixonado; a única coisa que faz a volta para casa valer a pena é sua filha Zoe. A maior preocupação de Miranda é saber se seu carro tem espaço suficiente para sua irmã e seus amigos irem viajar no fim de semana, escapando das provas finais da faculdade.  Quando a notícia de uma epidemia mortal se espalha, essas pessoas comuns se deparam com situações extraordinárias e, de repente, seus destinos se misturam. Percebendo que não conseguiriam fugir do perigo, Scarlet, Nathan, e Miranda procuram desesperadamente por abrigo no mesmo rancho isolado, o Red Hill. Emoções estão a flor da pele quando novos e velhos relacionamentos são testados diante do terrível inimigo – um inimigo que já não se lembra mais o que é ser humano. 


             Red Hill é o lançamento da Editora Verus, escrito pela mãe dos nossos amados Maddox. Procurei um pouco, mas não achei se era uma série, uma trilogia ou duologia.  Enfim, me interessei logo de cara, pois é um plot bem diferente do que costumamos ler dessa autora.


                  Scarlet é uma jovem mãe de duas garotinhas, técnica de raio x em um hospital ela inicia mais um dia de trabalho comum. Nathan tem que cuidar praticamente sozinho de sua filha Zoe, sua esposa está infeliz e prestes a deixá-lo. Miriam e Ashley são irmãs e está vindo junto com os namorados, Cooper e Bryce, para passar o fim de semana com seu pai. Joey é um ex-militar que chegou há pouco tempo do Afeganistão e só quer passar um tempo com sua namorada Dana. Todos personagens comuns, com vidas comuns, mas que quando vêem estão no meio do início de um apocalipse zumbi. Como pessoas comuns lutam para sobreviver? Como encontrar o amor no meio de tanta perda? 

                     Fiquei muito surpresa com Red Hill de uma forma bem positiva, no começo fiquei meio apreensiva, pois nunca havia lido nada da Jamie MCGuire fora do gênero new adult, mas esse livro é tão redondinho que não fiquei com muita coisa do que reclamar. Não é um livro assustador, mas a autora apostou na descrição das cenas e principalmente na narração do livro, múltiplos narradores em primeira pessoa que mostram diferentes pontos da história e faz com que cada personagem se conecte um com o outro. 

                     O modo como os personagens foram construídos também é um ponto trabalhado muito bem. Cada um deles pensa sobre suas perdas, sobre essa nova situação, sobre como sobreviver e todos eles viram filmes de zumbis, então você não vai encontrar aqui nenhum mocinho burro que não sabe o que fazer ou como sobreviver ao apocalipse. Eles sabem como sobreviver, eles só precisam correr contra o tempo antes que fiquem presos em qualquer lugar infestado. O fato de sabermos exatamente como a epidemia começou e o quanto se alastrou rapidamente é outro fato positivo no livro, como falei ele é bem redondinho do começo ao fim. Como falei não sei se é uma série ou não, até o momento temos apenas o livro Red Hill e um conto/novela que ainda não foi publicado no Brasil chamado Among Monsters.

                    Essa capa é maravilhosa, significativa para a história. A diagramação está ok. Enfim recomendado para fãs de zumbis e da queridíssima Jamie MCGuire.



| comente (:

aninha disse...

só Jamie Mcguire pra me fazer ler um livro que tem zumbi no meio. não sou uma grande fã de livros com esses temas, mas desde que vi ela lançando esse livro, fiquei logo interessada pq claramente ela saiu da zona de conforto dela e se arriscou numa trama intensa e bem feita. personagens sem mimimi, com suas vidas e encarando um negócio desse! e nada de quebrar a cabeça pra saber como começou tudo, graças a Deus ela disse logo de vem esses zumbis. a capa é um pouco macabra né. mas caiu certinho com o livro. quero demais ler <3

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D