Resenha: O Segredo dos Nagas (Mashi) Trilogia Shiva - Livro #02

segunda-feira, 22 de junho de 2015



Título: O Segredo dos Nagas
Autor: Amish
Edição: 1
Editora: nVersos
ISBN: 9788584440245
Ano: 2015
Páginas: 368


SinopseNeste livro o sinistro guerreiro Naga mata seu amigo Brahaspati e agora persegue sua esposa, Sati. Shiva, o imigrante tibetano profetizado como o destruidor do mal, não vai descansar até encontrar seu adversário demoníaco. A vingança irá levá-lo à porta dos Nagas, o povo da serpente. Disso ele tem certeza. Evidências da ascensão perversa do Mal estão por toda parte. Um reino está morrendo, refém de uma droga milagrosa. Um príncipe herdeiro é assassinado. Os Vasudevas os guias filosóficos de Shiva traem a fé inquestionável do Mahadeva, ao receberem auxílio do lado sombrio. Até mesmo o império perfeito de Meluha está arranhado por um terrível segredo em Maika, a cidade dos nascimentos. Sem que Shiva saiba, um mestre de fantoches está manipulando uma grandiosa jogada. Em uma jornada que irá levá-lo de ponta a ponta pela Índia Antiga, Shiva procura a verdade em uma terra de mistérios mortais apenas para descobrir que nada é o que parece. Ferozes batalhas serão travadas. Alianças surpreendentes serão forjadas.


              O Segredo dos Nagas é o segundo volume da trilogia Shiva, escrito pelo escritor indiano Amish e publicado no Brasil pela editora NVersos.  Eu amei o primeiro livro e logo quis pegar o segundo para descobrir os segredos que ainda nos aguardavam.


                  Shiva aceitou seu destino como salvador da Índia e agora tem que lidar com a descoberta do mal. Após um ataque Naga, seu amigo Brahaspati morre e Shiva jura vingança a seu assassino. Sati, Shiva e sua comissão então viajam através dos reinos para conseguir rastrear os Nagas, mas um segredo não revelado pela família de Sati pode mudar os rumos dessa história. Será que o amor de Shiva e Sati será forte o suficiente para atravessar essas dificuldades?

                  A narrativa continua na mesma linha do primeiro, terceira pessoa com enfoque em Shiva e em Sati, eles se separam em alguns momentos e vivem algumas aventuras separados. Mais uma vez as referências a mitologia impressionam.

                   Gostei muito do contraste e reflexão sobre bem e mal que o autor faz, várias passagens filosóficas que constroem as descobertas de Shiva nessa jornada nos levam a pensar em alguns pontos sobre a própria humanidade.

                      Para os fãs de aventura, esse livro tem muito mais cenas de aventura e ação, com cenários bem mais trabalhados, cenas mais detalhadas e diálogos inteligentes durante as batalhas, Mashi conseguiu unir em um livro só filosofia, essência humana, mito e cenas de tirar o fôlego.

                        O único ponto que deixou a desejar foi a estrutura física do livro, eu recebi a versão sem orelhas e a diagramação tem algumas partes que deveriam ser em itálico por serem flashbacks, mas começam assim e no meio a fonte fica normal. Não incomoda tanto, porém eu sou meio fresca vocês sabem. Apesar disso a fotografia da capa é maravilhosa. Enfim, leiam por que o livro é maravilhoso.


| comente (:

aninha disse...

que maravilha saber que mais uma continuação ñ caiu na mesmice! o livro parece continuar com a mesma agilidade do primeiro, equilibrando bem romance, aventura e toda aquela áurs mágica da mitologia indiana. a capa é bem representativa. espero poder ler essa série logo.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D