Resenha: No Limite do Perigo (Katie McGarry) - No Limite - Livro #03

domingo, 30 de agosto de 2015



Título: No Limite do Perigo
Autor: Katie McGarry
Edição: 1
Editora: Verus
ISBN: 9788576863649
Ano: 2015
Páginas: 420




Resenha: O mais recente sucesso da série iniciada com No limite da atração Para todas as pessoas, Rachel Young é a menina que só tira dez, usa roupas de grife e tem uma vida perfeita. Mas ela guarda segredos de seus pais ricos e de seus irmãos dominadores, e acaba de acrescentar mais dois à lista. Um deles envolve apostar corrida contra estranhos com seu Mustang GT em estradas escuras. O outro? Isaiah Walker, um cara com quem ela não deveria nem conversar. Mas, quando o órfão tatuado e com intensos olhos acinzentados vem em seu resgate, ela não consegue tirá-lo da cabeça. Isaiah também tem segredos. A última coisa de que ele precisa é se envolver com uma riquinha que quer passear pela periferia para se divertir — por mais angelical que ela possa parecer. Mas, quando o gosto dos dois pelas corridas de rua coloca ambos em perigo, Isaiah e Rachel têm seis semanas para encontrar uma saída. Seis semanas para descobrir até onde estão dispostos a ir para salvar um ao outro. No novo volume da série iniciada com No limite da atração, você vai conhecer melhor o sombrio Isaiah, além de matar as saudades de Noah, Echo, Beth e Ryan.


                       No Limite do Perigo é o terceiro livro da série No Limite, os dois primeiros volumes são No Limite da Atração e No Limite da Ousadia, essa série é escrita pela  Katie McGarry e publicado no Brasil pela Editora Verus. Essa é uma das minhas séries favoritas do gênero e eu choro litros toda vez que leio No Limite da Atração, não tenho vergonha nenhuma em admitir.

                       Isaiah é um cara que mete medo em todos ao seu redor, grande, mau humorado, cheio de tatuagens e brincos, ele intimida. Apaixonado por carros e com um coração partido, Isaiah agora tem de enfrentar outros problemas, agora que Noah está fora da escola e eles estão passando por dificuldades financeiras para manter o pequeno apartamento dos dois. A única saída de Isaiah é correr nas ruas em corridas ilegais. Rachel é uma típica menina de classe mais alta, ela tem tudo que quer em termos materiais, entretanto o peso do mundo está em suas costas. A família dela é cheia de defeitos, ela tem quatro irmãos, um sendo seu gêmeo, antes dela nascer sua mãe perdeu a filha, Colleen, para o câncer e o motivo do nascimento dela é apenas para substituir a irmã morta. Só que nada poderia estar mais longe do que Rachel quer, ela é totalmente o oposto da irmã, a garota gosta e entende absolutamente tudo sobre carros, não gosta de fazer compras e odeia com todas as forças falar em público, chegando até a ter um sério problema de ataques de pânico. Quando Rachel e Isaiah se encontram numa corrida, a escuridão de ambos parece diminuir.

                          Eu gosto muito do estilo de narrativa da Katie, é em primeira pessoa, mas focada nos sentimentos dos personagens, sabemos absolutamente tudo que os personagens principais estão sentindo naquele momento e parece que sentimos junto com os dois. A cada página eu pude sentir o pânico da Rachel, a rejeição que ela sentia ao ser comparada a irmã, o desespero ao ser pressionada pelos irmãos e pelo pai para fazer a mãe feliz e o alívio que ela sentia quando Isaiah estava por perto. Assim como pude sentir a raiva dele, seu desespero e seu sofrimento no começo por causa da Beth, seu amor pelo Noah e pela Echo e sua paixão por carros, além da revolta enorme por causa da mãe que o abandonou quando saiu da prisão.

                     O enredo do livro também é muito emocionante, as resoluções e o fato de ser assustador crescer, pressões, o fato dos pais de Rachel exigirem dela perfeição. Os personagens dos outros livros também aparecem e ao que parece nem tudo são flores para eles. O que me incomodou um pouco foi o fato de Beth ainda aparecer para insistir numa amizade com Isaiah, não gosto muito dela.

                     Tô decidindo ainda se gosto dessa capa. A diagramação está bem ok, com páginas amarelas e a fonte num tamanho bom. Enfim, recomendo demais essa série para quem curte o gênero.
                              

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D