Resenha: Belas Mentiras (M.Leighton) - Pretty Lies - Livro #01

segunda-feira, 7 de setembro de 2015



Título: Belas Mentiras
 Autor: M. Leighton
Edição: 1
Editora: Record
ISBN: 9788501105240
Ano: 2015
Páginas: 280




Sinopse: Primeiro volume da série Pretty Lies, da mesma autora da trilogia Bad Boys Inocente, pura e doce, Sloane sempre foi superprotegida pela família, mas ela jurou a si mesma que, ao completar 21 anos, tudo seria diferente. E, quando o relógio bate meia-noite, Sloane está pronta para sair do casulo e quebrar algumas regras. O jovem Hemi tem vários talentos, mas manter o controle, infelizmente, não é um deles. Acostumado a fazer o que sempre quis, nunca precisou se importar muito com as consequências de seus atos. Até que uma tragédia mudou para sempre sua vida. Agora ele tem apenas uma missão, e nada é capaz de afastá-lo de seu objetivo... Até conhecer Sloane. Mas nada que Sloane e Hemi viveram até hoje foi capaz de prepará-los para o que está por vir. Quando essas duas almas problemáticas se encontram, a conexão é imediata, e eles não têm outra escolha a não ser mergulhar em um mundo de loucura, paixão e devassidão. Porém, os dois têm algo a esconder, e logo vão descobrir que a tentação está nos pequenos detalhes. E é nos pequenos detalhes também que se encontram as mais belas mentiras.




                  Belas Mentiras é o primeiro volume da trilogia Pretty Lies escrito pela autora M.Leighton e publicado no Brasil pela editora Record. Eu já conhecia essa autora por causa da trilogia Bad Boys e gosto bastante do estilo de escrita dela.

                   Sloane é uma garota que acaba de completar 21 anos, como sempre foi superprotegida pelo pai e pelos irmãos, ela resolveu agarrar a liberdade que a maioridade proporciona. Agora ela vai fazer uma tatuagem e quando encontra Hemi, um lindo tatuador que esconde uma vida marcada por uma tragédia. Dessa forma temos uma jovem aparentemente inocente, mas que tem uma sensualidade natural e um predador adormecido e que de alguma forma tem suas vidas entrelaçadas.

                      A narrativa desse livro é em primeira pessoa alternada entre Sloane e Hemi, cada capítulo é narrado por um deles. Apesar de inocente Sloane não é daquelas mocinhas que você pensa "cara que menina monga", muito pelo contrário, ela quer algo e apesar de suas inseguranças ela luta por aquilo, ela ultrapassa seus limites, sua timidez e sua falta de experiência e é isso o que enlouquece Hemi. Eles não deveriam se envolver, mas ele não consegue se manter longe dela.

                     Esse tipo de narrativa com tantas reviravoltas e um segredo que não é revelado no último momento é algo que sempre me chama atenção. Os personagens secundários que terão suas histórias contadas nos próximos livros também merecem menção. Os irmãos de Hemi parecem ser bem diferentes, um deles é mais marrento e o outro mais leve com a vida e ambos serão os protagonistas dos próximos volumes.

                          Voltando para Belas Mentiras, foi uma boa experiência com cenas bem trabalhadas e com um romance envolvente, cenas mais quentes também estão presentes, mas nada muito gráfico, mas também nada muito inocente. As cenas de sexo são sensuais sem ser vulgares,

                           Essa capa é bonita e misteriosa. A diagramação está ótima para uma leitura rápida e fluída. Recomendado para quem gosta de romances envolventes.

                    




| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D