Resenha em Dupla: O Lado Feio do Amor (Colleen Hoover)

segunda-feira, 19 de outubro de 2015



Título: O Lado Feio do Amor
Autor: Colleen Hoover
Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501105738
Ano: 2015
Páginas: 336
Tradutor: Priscila Catao



Sinopse: Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.


RESENHA DA JAMILLE



No livro O lado feio do amor (Ugly Love), a autora Colleen Hoover nos traz mais uma história de tirar o fôlego, classificada por mim como: emocionalmente recomendável ☺

Esse romance nos revela a história de Milles e Tate, um piloto e uma enfermeira, que se conhecem de uma forma no mínimo inusitada e “estranha” (é engraçado também viu kkkkk). Esse primeiro encontro é daqueles que veio para quebrar o paradigma de que “a primeira impressão é a que fica!”

O que o leitor deve esperar de um relacionamento que tem como regra principal imposta por Milles nos termos “Não pergunte sobre o meu passado e nunca espere um futuro!” (então né, previsão de problemas no ar…) e ainda é SEGREDO de Estado, ninguém pode saber que eles estão juntos!

Milles é um personagem um tanto complexo, um cara reservado e cheio de mistérios (na verdade ele é atormentadíssimo) sobre o seu passado, vive ou melhor SOBREVIVE somente para o trabalho, até que a Srta. Tate entra na sua vida (S3)...

Ela, irmã de um de seus colegas de trabalho, que vem passar um tempo morando com o irmão para trabalhar e terminar os estudos. Cabe ressaltar, que Milles e o irmão de Tate, Corbin, moram no mesmo prédio e no mesmo andar (info importantíssima)
PS: A música do Michel Teló cabe nesse momento...
“o jeito é, dá uma fugidinha com você…”

Na história, vamos nos deliciar com um relacionamento cheio de altos e baixos onde o presente e o passado de Milles irão se chocar de forma violenta e impactarão diretamente no seu “esquema casual” com Tate. Ele é tão complexo, mas tão complexo, que tem um determinado personagem no livro, mais conhecido como Sr. Cap, que ajuda nossa amiga Tate nos momentos mais complicados de sua “relação” com os seguintes conselhos:

“Eu suponho que se um homem vivenciou o lado mais feio do amor, ele pode nunca mais querer experimentá-lo novamente”
“Algumas vezes o espírito de um homem apenas não é forte o suficiente para suportar os fantasmas de seu passado”
“Talvez o garoto apenas tenha perdido seu espírito em algum lugar”

Pois é, o Sr. Milles realmente é complicado (mas vale o esforço! kkkkk)

O leitor irá se deparar com situações que o deixará literalmente com o coração na boca! O livro tem uma coisa bem bacana, é contado em primeira pessoa pela Tate, entretanto os capítulos são intercalados com capítulos sobre o passado de Milles, contado por ele, dessa forma o leitor vai aos poucos compreendendo o por quê da forma de agir do nosso protagonista.

Tive muito ódio dele, muito mesmo, mas depois que o leitor se depara com os motivos e circunstâncias que o levaram a ser o cara “insensível” e “sem coração”, você vai querer colocar ele no bolso e levar pra casa (PS: CHOREI LITROS NESSA PARTE).

Enfim, é um livro LINDO com uma história de amor que foge um pouco do clichê e que deixa o leitor enrolado no dedo mindinho da autora (Awnnnnnnnnnnn *ainda suspirando*).

Com relação a edição, amei a capa, achei super original, contudo não curti as folhas brancas :( não acho legal de ler (ao menos pra mim que tenho astigmatismo, ficou ruim).  Mas, não deixem de ler o livro por causa desse detalhe, vale muitooooo a pena!

RESENHA DA PRISCILA

O Lado Feio do Amor foi um dos últimos livros que li da Colleen Hoover e já cheguei com muitas expectativas, pois todas as minhas amigas já haviam lido e dito que eu deveria correr para ler, pois o livro era maravilhoso. Sim, é maravilhoso, embora não tenha se tornado meu preferido da autora.

Quando falamos em Colleen Hoover pensamos logo nos romances adolescentes cheios de sensibilidade, romance e tragédia que lemos, quem leu Hopeless e Slammed sabe do que eu estou falando, é impossível não ligar o nome dessa autora tão simpática a tragédias literárias e muitas lágrimas. Quando começamos O Lado Feio do Amor já damos de cara com um personagem atormentado por algo que não sabemos o que. Miles Archer é um piloto bem sucedido que é um homem emocionalmente indisponível. Ele sofreu um trauma e apesar da maioria dos personagens masculinos que caem na libertinagem, Miles é diferente ele se fechou completamente para as mulheres durante seis anos, só voltando a se interessar por Tate. Já a moça nunca sentiu o que sente por Miles, ele oferece a ela um acordo em que ela só deve seguir duas regras: Não perguntar sobre o passado dele e não querer estar em seu futuro. Ou seja é sexo e nada mais. Mesmo sabendo que corre grande risco de se apaixonar ela aceita.

Durante toda a narrativa você pode ter certeza que viverá uma relação de amor e ódio com Miles e terá muita pena de Tate. Na maioria das vezes você irá torcer para que ela arrume outro boy e que largue de vez o bruto sem coração do Archer. Depois quando você finalmente descobre o que aconteceu sua vida ainda ficará dividida em achar que aquilo não foi o suficiente para ele ser tão idiota e ter muita pena dele. É um livro que não é nem um pouco fácil de digerir, é um amor que beira o nível do doentio e principalmente é um casal que você vai torcer para se separar e logo depois vai torcer para ficar junto para sempre.

A capa desse livro é maravilhosa, tem relevo e essas bolhas são muito significativas para a história de Miles. Um ponto muito negativo que eu não posso deixar de salientar é a diagramação dessa edição da Galera Record, vamos começar pelas folhas brancas que são horríveis para ler e que não deixam o leitor confortável para passar horas com o livro nas mãos. Segundo quero pontuar que odiei as margens e a forma que foi colocado nas páginas os capítulos de flashback, era muito ruim conseguir me concentrar, pois eu tenho um TOC ENORME com coisas assimétricas. Enfim, eu e a Jamille recomendamos muito essa leitura.


| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D