Resenha Premiada: Corte de Espinhos e Rosas (Sarah J. Maas) - Corte de Espinhos e Rosas - Livro #01

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015



Título: Corte de Espinhos e Rosas
Autor: Sarah J. Maas
Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501105875
Ano: 2015
Páginas: 434



Sinopse: Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação. Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira — que ela só conhecia através de lendas —, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... ou Tamlin e seu povo estarão condenados.


               Corte de Espinhos e Rosas é o primeiro da série homônima escrita pela minha autora de fantasia do momento: Sarah J. Maas! Publicado no Brasil pela Galera Record, que também publica a série Trono de Vidro. Expectativas altas, pois Trono de Vidro é minha série favorita no momento e mais uma vez Sarah não decepciona.

                  Feyre vive na extrema pobreza desde que seu pai perdeu toda a fortuna. A garota caça para comer e manter o pai e as irmãs vivas. quando um dia ao tentar matar um animal ela acaba por matar um feérico sua vida muda totalmente. Ela é levada por Tamlin, um Grão- Senhor da Corte Feérica da Primavera, onde será obrigada a viver o resto dos seus dias. Ao chegar na terra de Tamlin, Feyre acaba conhecendo um pouco melhor esses seres mágicos que ela pensava serem monstros e quando se apaixona pela fera, ela tem de lutar contra muito mais que seus preconceitos para salvar não só sua vida, mas o povo de Tamlin.

                     A narrativa de Sarah segue sendo maravilhosa, Feyre é uma personagem completamente diferente das personagens da autora que estamos acostumadas, ela é forte, mas não é uma predadora, ao contrário. Feyre é a caça. Humana, ela não tem força física para competir com feéricos, mas conforme o livro vai passando nós temos uma garota que é corajosa e que é forte por conta de suas emoções. A mudança de emoções e o remorso de Feyre que antes odiava os seres mágicos e que agora convive com eles, é algo que também chama a atenção, não é algo que aparece do nada, mas a confiança e a mudança da personagem é construída página por página.

                   A relação de Feyre e Tamlin é tão linda, eles se apaixonam de uma forma não muito convencional. Ele desde o início tenta conquistá-la por razões não convencionais e pouco a pouco ele vai percebendo que ela entende muito mais o tipo de escuridão e solidão com os quais ele lida e quando eles percebem estão profundamente apaixonados. Poucos autores conseguem construir uma relação assim tão linda e que una duas raças diferentes sem deixar nada a desejar, Tamlin não é machista e acha que Feyre não sabe se cuidar, quando ele a deixa ir não é por achá-la fraca, mas por achar que seu inimigo é mais poderoso e Feyre não se deixa abater por conta de suas fraquezas muito pelo contrário, ela é tão forte quanto a outra protagonista da autora.

                          Essa capa é linda, azul, roxa e com esses desenhos lindos! Amei desde a escolha de cores até a fonte utilizada no título. Eu adoro a diagramação desse livro, acho que ela contribui muito para a leitura ser mais rápida e fluida. Enfim, leiam vocês realmente não vão se arrepender se conseguirem ver as diferenças nessa narrativa.

           

SORTEIO

  a Rafflecopter giveaway

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D