[Lançamento Internacional] Green Island - Shawna Yang Ryan

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016


Ficha Técnica:
Título: Green Island
Autora: Yang Ryan, Shawna
Formato: Hardcover
Published by Knopf
Número de páginas: 400 Pages 
ISBN: 9781101874257

Sinopse: 
A stunning story of love, betrayal, and family, set against the backdrop of a changing Taiwan over the course of the twentieth century.
February 28, 1947: Trapped inside the family home amid an uprising that has rocked Taipei, Dr. Tsai delivers his youngest daughter, the unnamed narrator of Green Island, just after midnight as the city is plunged into martial law. In the following weeks, as the Chinese Nationalists act to crush the opposition, Dr. Tsai becomes one of the many thousands of people dragged away from their families and thrown into prison. His return, after more than a decade, is marked by alienation from his loved ones and paranoia among his community—conflicts that loom over the growing bond he forms with his youngest daughter. Years later, this troubled past follows her to the United States, where, as a mother and a wife, she too is forced to decide between what is right and what might save her family—the same choice she witnessed her father make many years before.  
As the novel sweeps across six decades and two continents, the life of the narrator shadows the course of Taiwan’s history from the end of Japanese colonial rule to the decades under martial law and, finally, to Taiwan’s transformation into a democracy. But, above all, Green Island is a lush and lyrical story of a family and a nation grappling with the nuances of complicity and survival, raising the question: how far would you be willing to go for the ones you love?

Tradução livre / Free translation:


Uma impressionante história de amor, traição e família, tendo como cenário Taiwan e as mudanças ocorridas ao longo do século XX.
28 de fevereiro de 1947: Preso dentro da casa da família em meio a uma revolta que abalou Taipei, Dr. Tsai entrega sua filha mais nova,  a narradora anônima de Green Island (Ilha Verde), logo após a meia-noite como a cidade está mergulhada em lei marcial.
Nas semanas seguintes, como os nacionalistas chineses agiam para esmagar a oposição, Dr. Tsai tornava-se uma das milhares de pessoas arrastadas para longe de suas famílias e jogadas na prisão. Seu retorno, após mais de uma década, é marcado pela alienação de seus entes queridos e a paranóia entre os membros de sua comunidade. Conflitos logo aparecem entre ele e a sua filha mais nova. Anos mais tarde, este passado conturbado a segue para os Estados Unidos, onde, como uma mãe e uma esposa, ela também é forçada a decidir entre o que é certo e o que poderia salvar sua família, a mesma escolha que ela testemunhou seu pai fazer muitos anos antes .
Como o romance abrange seis décadas e dois continentes, a vida da narradora, toldada ao longo da história de Taiwan desde o fim do domínio colonial japonês, as décadas sob a lei marcial e, por fim, a transformação de Taiwan em uma democracia. Mas, acima de tudo, Green Island é uma história exuberante e lírica de uma família e de uma nação com as nuances de cumplicidade e de sobrevivência, levantando a questão: até onde você estaria disposto a ir por quem você ama? 

Oi gente,

Ontem, 23/02/16, foi lançado nos Estados Unidos o livro Green Island (Ilha Verde, traduzindo livremente) da autora Shawna Yang Ryan. Como vocês puderam ler na sinopse acima, traduzida por mim, é um belíssimo drama, creio eu que no estilo de Toda luz que não podemos ver, e promete que vai ser arrebatador. Eu já estou doida que alguma editora daqui compre, acho esse livro tão a cara da Intrínseca! 

E olha só, neste domingo, dia 28/02 a autora fará um bate-papo ao vido com os leitores do mundo todo via twitter. E então, o que acham? Podem fazer suas perguntas e mandar pelo twitter, o bate-papo será mediado pela Penguin Random House (@prhglobal) basta seguir e twittar para as contas: 


@Shawnayangryan e @prhglobal

Não esqueça da HashTag #GreenIsland


Eu vou participar! Vamos?! Domingo, 9h da manhã! < 3 

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D