Resenha: A Educação de Sebastian (Jane Harvey- Berrick) - The Education of... -Livro #01

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016



Título: A Educação de Sebastian
Autor: Jane Harvey-Berrick
Edição: 2015
Editora: Novo Século
ISBN: 978-85-428-0517-8
Ano: 2015
Páginas: 382
Tradutor: Márcia Men


Sinopse: Presa num casamento frio e sem paixão, Caroline Wilson, de 30 anos, muda-se para San Diego depois que seu marido militar é promovido. Sentindo-se perdida e sozinha, Caroline reencontra uma antiga amizade: Sebastian, que ela conhecera ainda menino, um jovem inteligente e sensível, com pais alcoólatras e violentos.Sebastian, agora com 17 anos, tem mais do que apenas amizade em sua mente. Juntos, experimentam o despertar de uma paixão intensa e arrebatadora. Mas esse romance proibido pode ameaçar a vida de ambos.




                   A Educação de Sebastian é o primeiro livro de uma duologia escrita pela autora Jane Harvery- Berrick e publicado no Brasil pela Editora Novo Século.  Estava muito curiosa para ler esse livro principalmente por que era o tipo de livro que eu gosto bastante.

                        Caroline Wilson casou cedo com um médico militar, ela morou por um tempo em San Diego e conheceu Sebastian Hunter quando ele era criança. Depois de anos, Caroline agora com 30 anos, ainda casada volta a morar na base de San Diego onde reencontra Sebastian agora com 17 anos. Infeliz em seu casamento ela encontra em Sebastian um amigo e pouco a pouco eles se tornam mais. O único problema é que Sebastian é menor de idade e isso é um crime na Califórnia.

                         Esse é aquele tipo de livro que você lê já sabendo que vai "dar ruim" no final, por que não há nenhum cenário possível em que Caroline e Sebastian consigam ficar juntos, ele tem apenas 17 e ela além de casada é muito mais velha. Então certamente ia dar ruim e deu. 

                           Durante toda a narrativa se você não for acostumada a livros com uma temática diferente pode estranhar o fato da mocinha ser 13 anos mais velha que o mocinho, geralmente é o contrário. Sebastian é um menino ainda, ele é doce e você irá querer colocá-lo no colo metade do livro. Já Caroline é exatamente aquele tipo de mocinha que desabrocha durante a narrativa. Ela vive um relacionamento extremamente abusivo, seu marido não toca nela fisicamente, mas psicologicamente ele é abusivo. Ele a coloca para baixo, reclama de tudo e a trata como escrava sexual e doméstica.

                              O ponto sobre o casamento de Caroline e David deve ser abordado com muita importância, muitas mulheres ainda estão presas nesse tipo de relacionamento e não conseguem sair, talvez em algum momento você possa se ver em Caroline e ver o quanto Sebastian foi importante para que ela pudesse finalmente enxergar o quanto o casamento dela estava errado. O quanto David era abusivo com ela e que por mais difícil que pudesse parecer sim ela podia lutar e se libertar daquilo. Não que eu ache que um outro homem seja a única forma de enxergar isso, mas no caso dessa história o catalizador disso foi Sebastian, para você que vive essa situação: encontre seu Sebastian, pode ser um novo amor, mas pode ser o amor por você própria.

                             Voltando um pouco para o romance entre os dois, apesar de eu achar que a narrativa correu meio rápido quanto a relação física dos dois é impossível não se apaixonar pelo modo como eles se tratam, em como Sebastian devolve a confiança de Caroline e o quanto Caroline dá o amor que sempre faltou na vida de Sebastian.

                                 Eu não gosto muito dessa capa, achei esse modelo feio. A diagramação está bem ok. Enfim, recomendo para quem gosta de um young adult.

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D