Resenha: Malícias e Delícias (Tara Sivec)

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016



Título: Malícias e Delícias
Autor: Tara Sivec
Edição: 1
Editora: Editora Valentina
ISBN: 978-85-65859-53-0
Ano: 2015
Páginas: 304

Tradutor: Renato Motta
Sinopse: Claire é uma espirituosa jovem de vinte e poucos anos que trabalha num bar (não era esse o plano, mas...) e, muito a contragosto, resolveu ajudar a melhor amiga (uma expert em malícias) a vender brinquedos eróticos bem safadinhos. Na verdade, seu sonho é viver de delícias, ou melhor, abrir uma confeitaria dedicada exclusivamente a doces, cookies e bolos feitos com muuuito chocolate. Quando Carter, um rapaz que conheceu numa festa de faculdade e com quem passou uma única noite (o suficiente para mudar sua vida para sempre!), reaparece na cidade sem demonstrar reconhecê-la, a não ser pelo profundo aroma de chocolate que Claire exala no ar, ela se mostra determinada – aaaai que loucura! – a fazê-lo nunca mais se esquecer dela. Só que existe uma terceira pessoa na relação (divertidíssimo, porém desbocado e inconveniente). Alguém que Carter desconhece e que, das duas uma: ou o obrigará a comprar uma passagem só de ida para o Polo Norte ou o fará o homem mais feliz do mundo!!!



                   Malícias e Delícias é um livro que veio de uma fanfic  que foi escrito pela Tara Sivec e publicado no Brasil pela Editora Valentina.  Estava muito curiosa para ler esse livro até por que ele veio de uma das minhas fanfics favoritas de comédia.

                     Claire é uma jovem de vinte e poucos anos que tinha tudo para se tornar "algo na vida", isso quer dizer que ela foi para a faculdade, mas na noite em que resolveu perder a virgindade com um cara aleatório, acabou engravidando. Sem saída ela retorna a sua cidade natal para trabalhar em um bar e tempos depois ajudar sua melhor amiga a vender brinquedos sexuais, os quais ela nunca usou já que a única experiência sexual completa de sua vida foi com o rapaz que a engravidou anos antes. Carter conheceu uma menina em uma festa de faculdade anos antes, ela tinha cheiro de chocolate e desde então isso não saiu de sua cabeça. Ele sabe que ela era virgem, mas estava bêbado demais para lembrar de perguntar o nome dela. Agora, anos depois ele se muda de uma cidade para outra transferido de seu emprego e após ser traído pela namorada. Quando ele reencontra Claire, nem imagina que aquela noite teve consequências. 

                    Primeiro eu preciso desmistificar algumas coisas sobre esse livro, logo na capa fala sobre grandes cenas de sexo: ELAS NÃO EXISTEM! Se você pretende ler Malícias e Delícias pensando que vai ler um livro hot, desista agora. Sim temos uma ou outra cena de sexo, mas em sua maioria você vai poder contar nos dedos das mãos quantas são no livro todo. Malícias e Delícias não é um livro hot, é um livro de comédia escrachada com cenas de sexo e apenas isso. Outra coisa, se você tem problemas com: palavrões, com mulheres que não querem ter filhos ou mulheres que falam mal de crianças, esse livro não é para você.

                   Esclarecidos esse pontos, vamos então falar um pouco sobre o livro. Eu particularmente acho que nunca li e não tenho uma comédia parecida em minha estante, acho que é um livro bem diferente com personagens cativantes e hilariantes. Eu acho que a Claire fala a verdade sobre a maternidade que muitas mães gostariam de falar, nem sempre é fácil, nem sempre seus filhos vão ser coisas fofas e comportadas, nem sempre eles não vão falar palavrão e falar sobre mamilos e isso é tratado de forma bem divertida no livro. Gavin é uma figura e coloca os adultos em tantas situações embaraçosas que você vai amar esse garoto. Carter é outra coisa fofa da vida, ele é todo apaixonado e cuidadoso com Claire e depois quando descobre que tem um filho, ele se apaixona não só pela mulher, mas pela criança também. 

                   Outro ponto positivo dessa história é que você vai encontrar personagens secundários tão engraçados quanto os protagonistas. Drew, o melhor amigo de Carter e Liz, a melhor amiga de Claire são os meus personagens favoritos. Eles são leais, hilários e principalmente são completamente loucos.

                  Quanto a capa eu só posso dizer que ela é uma piada, é feia e sem noção, mas para quem lê a história faz completamente sentido, embora eu ache a capa americana mais bonita e de mais bom gosto. E não, simplesmente não dá para ler esse livro em público sem que as pessoas achem que você está lendo uma espécie de Kama Sutra. Quanto a diagramação tenho algumas reclamações, a primeira delas é a folha branca, não sei até quando as editoras vão insistir em dificultar nossa leitura com folhas muito claras. O segundo ponto que eu tenho de reclamar é algo que eu não costumo muito medir quando não leio o original, mas nesse caso eu li o original em inglês e li a fanfic traduzida, então quanto a tradução: EU não gostei, achei forçada, achei que os termos traduzidos por vezes não conseguiam atingir o nível de comédia a ser passado. Então da próxima espero que a editora Valentina invista um pouco mais nesses pontos acima. Apesar disso, acho que esse livro é uma ótima pedida, minha dica é: coloca uma capinha nesse livro e vai com tudo. 

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D