Resenha: Nocaute (Anderson Fernandes e Débora Kaoru)

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016




Título: Nocaute
Autor: Anderson Fernandes e Débora Kaoru
Edição: 1
Editora: Buriti
ISBN: 9788566725940
Ano: 2015
Páginas: 184



Sinopse: Está em franca discussão no Congresso e principalmente no País, a possibilidade de redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos. Neste cenário, “Nocaute”, dos jornalistas Anderson Fernandes e Débora Kaoru, autores do livro “Entre Quatro Poderes”, conta a história de Antonio Silva, Pitbull, que ainda na infância enfrenta a morte dos pais e acaba sendo direcionado para um orfanado e após alguns crimes, para uma unidade de internação de menores. Neste local, o menino conhece o casal Marcos e Claudia, que o ensinam o sentindo da vida, por meio da educação e do esporte. Após enfrentar muitos desafios, Pitbull, um menino pobre e sem perspectiva alguma de vida, consegue se tornar campeão mundial de UFC. Além da redução da maioridade penal, o livro debate diversos outros temas, como ECA, suicídio, importância da leitura, uma doença rara chamada Machado Joseph, e principalmente a importância de seguir em frente, mesmo frente aos diversos problemas que aparecem durante a vida.




                        Nocaute é um livro escrito por dois autores nacionais Anderson Fernandes e Débora Kaoru, já havia tido uma experiência positiva com esses autores no livro Entre Quatro Poderes e foi mais uma experiência bem agradável com Nocaute da editora Buriti.

                           Antonio Silva é mais um entre tantos brasileiros que nasceram em meio a pobreza. Filho de uma jovem com um traficante, ele foi renegado pelos avós maternos e criado até tenra idade por seu tio que era policial, mas que acabou morrendo em um acidente de carro. Após o ocorrido, Antonio caiu no sistema e acabou conhecido como Pitbull, depois de cometer vários delitos ele foi parar em uma unidade de internação de menores, onde conheceu Claudia e Marcos que o acolheram e deram um novo rumo a vida daquele rapaz que só precisava de uma chance.

                           Como falei eu já havia tido uma experiência com a escrita dos autores e agora voltando em um livro com um teor de responsabilidade social enorme. Nocaute aborda questões importantes que quem trabalha com educação como eu lida todos os dias. Jovens sem oportunidade, sem esperança, que vivem na pobreza e veem na criminalidade uma chance de melhorar sua vida. Pessoas que não veem um futuro, que não acreditam no sistema e nem em nada que ninguém além do traficante fala.

                               Esse exército de jovens que vive na periferia, que é marginalizada pelo sistema é retratado na narrativa através de Pitbull, que nunca teve uma oportunidade na vida, que foi humilhado, maltratado e que carrega dentro de si uma revolta por causa disso. Ele viu o que nenhum jovem ou criança deveria ver, a parte feia do mundo. Só quando encontrou Marcos e Claudia as coisas em sua vida melhoraram, dois personagens que são admiráveis, que não desistiram de seus ideais, que trabalham para dar instrução e um carinho a quem precisa. Apesar disso a vida de Pitbull nunca foi fácil, ele teve que subir degrau por degrau e matar literalmente um leão por dia para poder vencer não só o meio, mas a si mesmo.

                            Eu adorei essa capa, achei divertida e chama a atenção por ser diferente. A diagramação está ótima, a letra é em bom tamanho, a folha não é clara, o que facilita muito na hora da leitura e finalmente o conteúdo é bem interessante.

                          Nocaute é o tipo de livro que você pode e deve passar para a frente, com certeza vou recomendar que meus alunos leiam, que meus colegas leiam e que apreciem essa história de superação. Atualmente para adquirir o livro você pode acessar o site www.livronocaute.com.br



| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D