Resenha: Elos do Destino (Catia Mourão)

quarta-feira, 13 de abril de 2016



Título: Elos do Destino
Autor: Catia Mourão
Edição: 2
Editora: Ler Editorial
ISBN: 9788567765792
Ano: 2015
Páginas: 166


Sinopse:Elos do Destino é uma verdadeira obra de arte, escrita com o coração, e isso se torna visível ao longo da história. Catarina é uma moça solitária e traumatizada de diversas maneiras. Primeiro com a morte prematura de seus pais em um acidente de carro, seguida de uma forte decepção amorosa que abalou de vez sua estrutura emocional, e como se não bastasse, ela descobre um desvio financeiro na empresa que recebeu de herança. Em busca de uma vida mais tranquila, Cat decide se afastar de Porto Alegre e se mudar para um chalé em uma pequena cidade na serra gaúcha, onde poderá se isolar por alguns meses e ter uma vida mais calma, sem tantas responsabilidades; pelo menos é o que ela imagina até conhecer Bruno. Alto, lindo e cheio de atitude, Bruno se revela um homem íntegro, mas que guarda uma boa cota de segredos. O envolvimento entre Cat e Bruno se torna inevitável e a relação evolui naturalmente. Mas em meio à paixão eles vão esbarrar em um conflito de tirar o fôlego. 




Elos do Destino foi escrito pela autora nacional Catia Mourão e publicado pela Ler Editorial. Não conhecia o trabalho dessa autora, então vou julgar pela única obra dela que li que foi essa. 

Catarina é rica, depois da morte de seus pais ela caiu em um golpe dado pelo noivo paulo, que fugiu e se casou com Alicia, filha de um empresário. Após esse trauma ela decidiu sair de Porto Alegre e se mudar para a serra gaúcha em uma cidade pequena, lá ela compra um chalé do empresário misterioso, Bruno. Depois disso eles iniciam uma relação que é movida pela ausência da vontade de compromisso por parte de Cat.

O livro é bem curto e a história é bastante mal aproveitada. Não há profundidade nas experiências dos personagens, não há uma grande exploração em cima das questões traumáticas que ambos os personagens passaram, não há um clímax na história que nos leve a um grande "boom" na história.

Os personagens tem grande potencial, Cat tem questões que ela não resolveu ou resolveu do nada. Então, eu acho que se a história fosse um pouco melhor desenvolvida talvez ela tivesse me cativado um pouco mais.

Bruno é outro, nós não sabemos quase nada sobre a história dele, há uma cena apenas em que ele fala de seu passado e do por que mora no Brasil, mas mesmo assim ainda é pouco e mal explorado. 

Enfim, não tenho mais o que falar relativo a história, por que realmente não tem grandes atrativos, eles se encontram e desenvolvem uma amizade colorida, eles se encontram e fazem sexo, Bruno mima Catarina e é só isso. Não há um grande vilão, não há uma grande exploração em cima dos traumas de ambos e nenhum tipo de vilão. 

Não gosto dessa capa. A diagramação está ok, só a letra que é um pouco grande. Enfim, se alguém leu e gostou fala pra mim aí nos comentários o que agradou na história.

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D