Resenha: Era Uma Vez no Outono (Lisa Kleypas) - As Quatro Estações do Amor - Livro #02

sexta-feira, 29 de abril de 2016



Título: Era Uma Vez no Outono
Autor: Lisa Kleypas
Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580414950
Ano: 2016
Páginas: 288
Tradutor: Maria Clara de Biase



Sinopse: A jovem e obstinada Lillian Bowman sai dos Estados Unidos em busca de um marido da aristocracia londrina. Contudo nenhum homem parece capaz de fazê-la perder a cabeça. Exceto, talvez, Marcus Marsden, o arrogante lorde Westcliff, que ela despreza mais do que a qualquer outra pessoa. Marcus é o típico britânico reservado e controlado. Mas algo na audaciosa Lillian faz com que ele saia de si. Os dois simplesmente não conseguem parar de brigar.Então, numa tarde de outono, um encontro inesperado faz Lillian perceber que, sob a fachada de austeridade, há o homem apaixonado com que sempre sonhou. Mas será que um conde vai desafiar as convenções sociais a ponto de propor casamento a uma moça tão inapropriada?

Era Uma Vez no Outono é o segundo livro da série As Quatro Estações do Amor da autora Lisa Kleypas, publicado no Brasil pela Editora Arqueiro. Não escondo de ninguém que eu adoro os livros da Lisa Kleypas e essa série é especial, mas vamos chegar lá quanto aos motivos.

Lilian Bowman é tudo que uma jovem inglesa não deve ser, começando pelo fato dela ser uma herdeira americana. Na época era comum jovens burguesas virem da América para encontrar um marido de linhagem nobre. Não era de bom tom para uma jovem americana casar-se com um americano, assim elas vinham para a Inglaterra para encher os bolsos dos ingleses nobres que passavam por dificuldades financeiras. O problema é que muitas dessas famílias não aceitavam misturar suas linhagens com americanos sem pedigree. Esse é o caso de Lorde Westcliff, apesar de suas duas irmãs mais jovens serem casadas com americanos ele se recusa terminantemente a casar com uma americana e "sujar" a linhagem da família. O único problema é que Marcus não consegue tirar Liliana da cabeça e mesmo sabendo que não pode tê-la, ele se recusa a sair de perto da moça.

O que eu mais gosto nessa série é que em cada livro as meninas iniciam a jornada com um elemento mágico. No primeiro livro temos a presença do poço mágico dos desejos, nesse temos um perfume que parece despertar paixões. Esse elemento de magia dá um toque super romântico a narrativa e nos deixa meio que suspirando.

Lilian é uma moça extremamente obstinada, ela é arredia e quando a mãe de lorde Westcliff começa a treinar ela e a irmã para serem damas da sociedade ela percebe que realmente não é aquilo que é esperado dela. Ela nunca será uma dama, pois ela não entende a maioria das regras impostas as mulheres daquela época, o que já era bem diferente na América já que ela não tinha que manter certa aparência, ela tinha permissão de manter quase o mesmo comportamento dos irmãos.

Já Marcus é a figura tradicional da sociedade, altamente respeitado se espera que ele case com uma flor inglesa para manter a linhagem intacta. Ele sofre muitas pressões para manter a família nos eixos, as duas irmãs conseguiram fugir das obrigações uma casou por amor com um americano e a outra fugiu e casou com um inglês que fez fortuna na América, mas não tinha nenhum título. O que foi um ato completamente imperdoável para a mãe de Marcus, Lady Westcliff. O que sente por Lilian é impossível a seu ver, ele não pode cobiçar aquilo que não pode ter, mas é exatamente isso que ele faz.

As cenas dos dois são fofas, recheadas de conflitos e permeadas por esse amor que é impossível por conta de convenções sociais. E sim temos aparição especial do casal do primeiro livro que vem com uma novidade super fofa.

Essas capas são maravilhosas, como lidar? Ouso dizer que as capas desses livros são as mais bonitas que tenho na estante. A diagramação não fica atrás, a folha de rosto e a folha de contracapa são decoradas e há pequenos detalhes nas páginas que fazem a diferença, a editora arqueiro está de parabéns. 



| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D