Resenha: Para poder viver (Yeonmi Park)

quarta-feira, 1 de junho de 2016


Para Poder Viver
A jornada de uma garota norte-coreana para a liberdade.
Yeonmi Park
R$ 30,70 até R$ 35,91
ISBN-13: 9788535926880
ISBN-10: 8535926887
Ano: 2016 / Páginas: 328
Idioma: português
Editora: Companhia Das Letras
Em narrativa memorável, uma jovem norte-coreana conta como escapou de uma das mais sanguinárias ditaduras do planeta.Yeonmi Park não sonhava com a liberdade quando abandonou a Coreia do Norte. Mas sabia que fugir era a única maneira de sobreviver à fome, às doenças e ao governo repressor. Este livro é a história da luta de Park pela vida. O leitor acompanha sua infância no país mais sombrio do mundo. Em seguida, testemunha sua fuga, aos treze anos, pelo submundo chinês de traficantes e contrabandistas. Emociona-se com seu périplo pela China através do deserto de Gobi até a Mongólia, guiada pelas estrelas, em direção à Coreia do Sul. Vibra com seu papel como ativista pelos direitos humanos. Antes dos 21 anos, Yeonmi acumulou experiência suficiente para encantar todas as gerações de leitores neste livro memorável.

Para Poder Viver, publicado pela editora Companhia das Letras, é o livro que vai nos contar a história de Yeonmi Park, uma garota norte-coreana que foge de seu país em busca de liberdade, na verdade, a sua fuga deve-se ao simples fato de sobrevivência.

Esse é um dos daqueles livros que você lê e percebe o quanto você é egoísta, o quanto a gente se preocupa com “banalidades”, quando no mundo afora atrocidades são cometidas a todo o momento com pessoas menos afortunadas, ou que simplesmente, tiveram a infelicidade de morar em um país que não sabe, ou prefere não saber (ou ainda, ignorar) o que são DIREITOS HUMANOS.

O livro vai nos contar com requintes de detalhe a vida de Yeonmi e de sua família (mãe, pai e irmã – mais velha) na Coréia do Norte, vamos poder ver através dos olhos dela, como é viver em um país cheio de privações para a população, mas o mais chocante é perceber que essa mesma população é “educada”, ou melhor, “adestrada” a não reclamar, uma vez que essas pessoas não sabem o significado do que é DIGNIDADE, não sabem o que são direitos, somente o que é dever. É de fato uma realidade muito triste.

Pois bem, o livro nos traz a trajetória de vida da personagem desde que ela criança até o período que ela conseguiu fugir na Coréia do Norte. A Yeonmi explana tudo o que ela sofreu para conseguir estar viva hoje, livre daquele regime, sua história de vida é bem chocante, ela e sua família passaram por inúmeros caminhos tortuosos para conseguir fugir do país. É triste, mas ao mesmo tempo inspirador o comportamento dessa menina na grande jornada da sua vida, apesar de todos os pesares, ela seguiu firme no seu propósito de vida, mesmo tendo que sacrificar sua infância para sair daquele país.

No livro são tratadas questões relevantes acerca do tráfico de pessoas, exploração sexual, xenofobia e tais assuntos são explorados de forma com que o leitor se sensibilize com as situações que são apresentadas...

Bom, quando estava lendo o livro, a definição de DIREITOS HUMANOS nunca saiu da minha cabeça, fiquei espantada com as atrocidades as quais a população da Coréia no Norte é submetida, o quanto aquele povo sofre!

Enfim, esse é um daqueles livros que você lê e fica com a famosa ressaca literária! Vale muito a pena e eu recomendo demais. Fica aqui a minha gratidão a essa guerreira chamada Yeonmi Park que teve a coragem de relatar tudo o que passou na sua vida nesse livro, apesar das ameaças sofridas e o medo constante, ela merece ser FELIZ!

Gostei da diagramação e achei a capa bem original! Boa leitura a todos que se aventurarem a ler essa magnífica história de vida... (PS: que é um tapa nas nossas faces!).

 Jamille Moura


| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D