Resenha: Azeitona (Bruno Miranda)

sexta-feira, 15 de julho de 2016



Título: Azeitona
Autor: Bruno Miranda
Edição: 1
Editora: Editora Planeta
ISBN: 9788542207088
Ano: 2016
Páginas: 352


Sinopse: Ian e Emília não trocaram mais que duas palavras desde que começaram a estudar juntos, mas é o nome dela que vem à mente dele quando precisa de uma parceira para um plano mirabolante: participar de um reality show sobre casais adolescentes que vão ser pais. Isso em troca de um cachê capaz de resolver todos os seus problemas. Ian tem dezesseis anos e foi criado pela irmã, Iris, que precisou abrir mão de oportunidades na vida para cuidar dele. Agora, quando ela finalmente vai conseguir se formar na faculdade, ele se sente na obrigação de retribuir de alguma maneira.Emília, aos dezessete anos, não quer retribuir nada a ninguém – pelo contrário, seu sonho é sair de casa o quanto antes para não discutir mais com a mãe, com quem sempre teve uma relação conturbada.O fato de que eles não são um casal nem têm planos de ter um bebê de verdade parece apenas um detalhe. Mas a vida reserva surpresas, nem sempre boas, para quem acredita que é fácil inventar a própria história.


Acho que essa é a resenha que estou escrevendo com o maior sorriso de todos os tempos. Há algum tempo alguns youtubers estão lançando livros e acho que todo mundo aqui sabe que eu torço o nariz mesmo para alguns deles. Quando o Bruno anunciou que tinha fechado com a Planeta de Livros para lançar o seu livro eu confesso que pensei "Ah cara, isso pode sair muito bom ou muito ruim e com o Bruno não, eu adoro o canal dele" e fiquei tensa, pois sabia que ou eu ia amar muito o livro dele ou ia detestar muito e ia ficar dias irritada por que eu realmente gosto muito do canal dele, acompanho desde o comecinho, enfim. Quando o Azeitona apareceu nas opções para o pedido de parceria da Planeta eu pensei "É agora ou nunca" e quando o livro chegou eu respirei fundo e comecei a ler.

Ian é um garoto de dezesseis anos que está acompanhando a irmã em uma consulta de rotina de gravidez quando a produtora do reality show Novos Pais o confunde com um pai adolescente e o convida para participar do programa. Pensando no dinheiro com que pode ajudar a irmã, que é sua única família, ele aceita. Quando questionado pela produtora quem seria sua namorada grávida ele só consegue pensar em Emília, uma garota da escola com que mal trocou duas ou três palavras. Acontece que a garota também tem problemas financeiros que envolvem sair da casa dos pais e aceita entrar nessa loucura com ele.

Quando comecei a ler já achei a narrativa bem engraçada e fluída, tem muito de coloquialismo e isso dá ao livro um tom alegre e descontraído. Além de ser uma leitura bem rápida, o Bruno conseguiu abordar em um livro só vários problemas que muitos jovens passam como: gravidez na adolescência, estupro, indiferença dos pais, pais que só criticam e colocam os filhos para baixo e relacionamentos abusivos, mesmo que esse último fique em segundo plano não há como descrever de modo diferente o relacionamento de Emília e seu namorado.

Ian é um rapaz bastante esforçado, a irmã rala muito para que eles possam ter tudo, ele trabalha para ajudar e sempre que possível está com ela. Quando recebe uma proposta de receber muito dinheiro para participar do programa ele decide fazer isso por uma boa causa, mas claro que nem tudo iria sair como ele queria. 

Não consigo gostar da Emília, ela é aquele tipo de personagem que faz uma coisa ruim e que você carrega rancor dela pelo resto do livro, me senti assim. Ela tem problemas com a família, mais precisamente com a mãe e o namorado dela é um babaca, mas nada justifica.

Então, ao chegar ao final eu queria muito dar um abraço no Bruno, acho que esse é o primeiro livro de youtuber que eu elogio! Fiquei tão feliz realmente foi um trabalho muito bem feitinho, a narrativa é redondinha e adolescentes com certeza se identificarão com algum personagem. Well done, Bruno!

A capa que eu achei meio estranha, apesar das cores combinarem muito bem juntas. A diagramação está ótima, fica aqui meus parabéns a editora Planeta. Enfim, recomendo se você está passando pela adolescência, se tem irmãos, filhos ou se gosta desse estilo de narrativa, Azeitona é um nacional que você não vai se arrepender de ler.

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D