Resenha: O Eterno Namorado (Nora Roberts) - Trilogia A Pousada - Livro #02

sexta-feira, 28 de outubro de 2016



Título: O Eterno Namorado
Autor: Nora Roberts
Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580415230
Ano: 2016
Páginas: 304
Tradutor: Janaína Senna



Sinopse: Tudo o que acontece na vida de Owen Montgomery é meticulosamente organizado em uma planilha ou lista de tarefas. No trabalho não é diferente, e é graças a sua obsessão por ordem que a Pousada Boonsboro está prestes a ser inaugurada – dentro do cronograma. A única coisa que Owen jamais previu foi o efeito que Avery MacTavish teria sobre ele. A proprietária da pizzaria em frente à pousada sempre foi amiga da família e agora, enquanto vê em primeira mão a fantástica reforma pela qual o lugar está passando, também observa a mudança gradativa de seus sentimentos por Owen. Os dois foram namorados de infância, e desde então tinham estado bem distantes dos pensamentos um do outro. O desejo que começa a surgir entre eles, porém, não tem nada de inocente e é impossível de ignorar. Enquanto Owen e Avery decidem se render à paixão e levar seu relacionamento a um nível mais sério, a inauguração da pousada se aproxima e dá a toda a cidade um motivo para comemorar. Mas quando os traumas do passado de Avery batem à porta e a impedem de se entregar, Owen sabe que seu trabalho está longe de terminar. Agora ele precisa convencê-la a baixar a guarda e perceber que aquele que foi seu primeiro amor pode também ser seu eterno namorado.



O Eterno Namorado é o segundo volume da trilogia A Pousada escrita pela Nora Roberts e publicado no Brasil pela Editora Arqueiro. Eu amei o primeiro volume e o segundo apenas me deixou mais apaixonada pela trilogia.


Owen Montgomery é o faz tudo dos três irmãos, ele gerencia o negócio da família, cuida dos inquilinos, contratos, fornecedores e quando pode ainda coloca a mão na massa assim como seus irmãos. Avery por sua vez é filha do melhor amigo do pai, já falecido, dos irmãos Montgomery. Abandonada pela mãe egoísta, ela foi criada apenas pelo pai e se tornou a dona da pizzaria da cidade. Avery e Owen se conhecem a vida inteira, quando crianças tinham uma quedinha um pelo outro que se perdeu com os anos, mas mais uma vez Lizzy vai aprontar e "juntar" mais um casal.

Eu adooroooo livros em que os personagens são amigos e descobrem depois que podem evoluir essa amizade para algo mais. Esse é o caso de Owen e Avery. Eles sempre foram amigos, já se amam como tal, se respeitam e tem toda uma história que vai além de uma relação amorosa, mas de repente eles descobrem que podem ser algo mais e que juntos eles são muito melhores do que apenas como amigos.

As cenas do livro são super engraçadas, encantadoras e cheias daquele romance que só a Nora consegue nos envolver. Enquanto Owen é bem pragmático e organizado, Avery parece um furacão, ela não para nunca e quanto mais trabalho melhor. 

A personalidade de ambos parece se completar, porém Avery tem traumas relativos ao abandono da mãe e isso por vezes é bem chato na narrativa, me pareceu em uma cena ou outra um drama desnecessário.

A história de Lizzy parece seguir se desenrolando como pano de fundo, descobrimos que na verdade seu nome é Eliza Ford, que morreu mais ou menos em 1862 e que está esperando por Billy, um homem misterioso até então. Além disso temos uma estranha conexão entre Hope, a gerente da pousada e amiga de Clare e Avery, com a fantasma. Sim, Hope e Lizzy são ligadas de algum modo que só descobriremos melhor no último livro da trilogia #ansiosa.

Essa capa é linda, a diagramação está mais uma vez maravilhosa e Nora está mais encantadora que nunca. Mesmo odiando tanto reformas eu acho que toparia sim fazer uma com os irmãos Montgomery.

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D