Resenha: O Par Perfeito (Nora Roberts)

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017



Título: O Par Perfeito
Autor: Nora Roberts
Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580415254
Ano: 2016
Páginas: 320
Tradutor: Janaína Sena


Sinopse: Mesmo sendo conhecido como o mais durão dos irmãos, Ryder Montgomery deixa as mulheres aos seus pés quando coloca seu cinto de ferramentas. Nenhuma delas é imune a seu jeito sexy quando está no trabalho. Sem contar, é claro, Hope Beaumont, a gerente da Pousada BoonsBoro.Ex-funcionária de um luxuoso hotel em Washington, Hope está acostumada à agitação e ao glamour, porém isso não significa que ela não aprecie os prazeres da cidade pequena. Sua vida está exatamente como ela deseja – exceto pela questão amorosa. Sua única interação com alguém do sexo oposto são as frequentes discussões com Ryder, que sempre lhe dá nos nervos. Ainda assim, qualquer um vê que há uma química inegável entre os dois.Enquanto o dia a dia na pousada transcorre sem problemas graças aos instintos infalíveis de Hope, algumas pessoas de seu passado estão prestes a lhe fazer uma indesejável – e humilhante – visita. Mas, em vez de se afastar ao descobrir que Hope tem seus defeitos, Ryder só fica mais interessado por ela. Será que pessoas tão diferentes podem formar um par perfeito?No livro que encerra a trilogia A Pousada, Nora Roberts apresenta Ryder Montgomery, que, ao tentar driblar o amor refugiando-se no trabalho, acabou sendo surpreendido pelo sentimento mais nobre e profundo que já teve




O Par Perfeito é o terceiro livro da trilogia A Pousada escrita pela Nora Roberts e publicado no Brasil pela Editora Arqueiro.

Ryder é o irmão mais quieto dos três irmãos Montgmery, ele não lida bem com as palavras e pode até ser considerado o mais grosseiro deles. Quando ele vê Hope pela primeira vez, eles tem sentimentos estranhos e inquietantes e a partir daí ele a trata com rispidez para que ela fique longe dele. Até o ano novo onde ele a beija por instinto e meses depois a fantasma Lizzy resolve dar uma forcinha para que eles fiquem juntos. Nesse meio tempo eles estão comprometidos a achar Billy e resolver o mistério de Lizzy.

Adoro essa trilogia, o fato de Nora inserir uma parte sobrenatural ao romance deixa tudo mais especial e a fantasma Lizzy é um amor. Ryder e Hope são um casal bem inusitado, eles são bem diferentes, mas é aquele ditado: os opostos se atraem.

As cenas entre os dois são recheadas de diálogos inteligentes e o romance é bem gostoso de ler, além de se ter o romance sobrenatural entre Lizzy e Billy e o mistério dos dois foi o que permeou toda a trilogia.

Os casais dos outros livros também aparecem esbanjando amor e felicidade, então temos um gostinho a mais dos casais que já nos conquistaram antes.

Eu amo essa capa, acho que ela é a mais bonita da trilogia. A diagramação também está ok. Enfim, Nora é Nora.

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D