Resenha: Nada mais a perder (Jojo Moyes)

quarta-feira, 1 de março de 2017

Nada Mais a Perder
Jojo Moyes
R$ 19,90 até R$ 34,90
ISBN-13: 9788580579703
ISBN-10: 8580579708
Ano: 2016 / Páginas: 400
Idioma: português
Editora: Intrínseca

Na juventude, Henri Lachapelle foi um cavaleiro de raro talento, entre os poucos admitidos na academia de elite do hipismo francês, o Le Cadre Noir. Contudo, reviravoltas da vida o levaram da França a Londres, onde ele agora vive em um simples conjunto habitacional. Sem nunca abandonar o amor pela antiga carreira, aos trancos e barrancos Henri ensina a neta, Sarah, a montar o cavalo Boo, na esperança de que o talento da dupla seja o passaporte para uma vida melhor e mais digna para todos. Mas um grande golpe muda mais uma vez os planos de Henri Lachapelle, e Sarah se vê entregue à própria sorte, lutando para, além de sobreviver, cuidar de Boo e manter os treinamentos.
Natasha é uma advogada especializada em representar crianças e adolescentes envolvidos com crimes ou em situação de risco. Abalada emocionalmente e em dúvidas quanto a seu futuro profissional depois de um caso terrível, Natasha ainda tem de lidar com as feridas do fim de seu casamento. Um fim, diga-se de passagem, bem inusitado, já que ela se vê forçada a morar com o charmoso futuro ex-marido enquanto esperam a venda da casa da família.
Quando Sarah cruza o caminho de Natasha, a advogada vê na menina a oportunidade de colocar a vida de volta nos trilhos e decide abrigar a adolescente sob o próprio teto. O que ela não sabe é que Sarah guarda um grande segredo que lhes trará sérias consequências.

Gente, primeiro de tudo quero pedir desculpas por essa resenha, porque não é a resenha de um livro que eu li por inteiro para poder fazer a crítica. Sim, eu abandonei este livro. Sim, eu abandonei um livro da Jojo Moyes. #ShameOnMe

Eu não vou dar classificação para o livro por um motivo óbvio, eu não terminei de ler.

Bom, não vou falar sobre o que é a história porque a sinopse resume muito bem tudo. Então, foca na sinopse aí pessoal!

Vou apenas dizer que provavelmente eu não estava no momento para ler este livro, tanto é que há meses eu estou devendo esta resenha. Simplesmente deixei-o de lado por um tempo para tentar ver se depois de outras leituras conseguiria retomá-lo, e infelizmente isto não aconteceu.

Nada mais a perder é um drama familiar e o romance fica em segundo plano. O livro, até onde eu li fala sobre o amor aos cavalos, sobre adoção, pequenos delitos cometidos por adolescentes, problemas no casamento, culpa, divórcio, etc. Nada novo sob o sol, Jojo sempre aborda esses temas nos livros dela, mas o lance com os cavalos foi inédito, eu nunca li nada sobre cavalos.

O livro demora muito a engatar, eu li mais de 100 páginas e realmente não conseguiu me prender a ponto de concluir a leitura. Em a última carta de amor, eu só consegui engatar na leitura após 180 páginas!!! Algo nele me fez querer continuar e não me arrependi, até porque o livro se tornou meu preferido da Jojo. Não sei o que aconteceu com Nada mais a perder, mas larguei o livro sem ressentimentos. Talvez um dia eu pegue de novo para ler, mas no momento a leitura não funcionou pra mim.

Repito, provavelmente EU não estava num momento propício para a leitura e jamais vou dizer que o livro é ruim. Eu duvido muito que seja ruim porque a Jojo não escreve nada ruim, apenas não me fisgou quanto os outros que li dela. Leia para tirar suas próprias conclusões e se quiser vem aqui conversar comigo depois, pra me incentivar a dar uma nova chance! :D




| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D