Resenha: As cores do amor (Camila Moreira)

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

As Cores do Amor
Camila Moreira
R$ 27,80 até R$ 27,90
ISBN-13: 9788584390823
ISBN-10: 8584390820
Ano: 2017 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Paralela

O que define uma pessoa? O dinheiro? O sobrenome? A cor da pele? Filho único de um barão da soja, Henrique Montolvani foi criado para assumir o lugar do pai e se tornar um dos homens mais poderosos da região. No entanto, o jovem se tornou um cafajeste aos olhos das mulheres, um cara egocêntrico segundo os amigos e um projeto que deu errado na concepção do pai. Quando o destino coloca Sílvia em seu caminho, uma jovem decidida e cheia de personalidade, Henrique reavaliará todas as suas escolhas. O amor que ele sente por Sílvia o fará enfrentar o pai e transformará sua vida de uma maneira que ele nunca pensou que fosse possível. Um sentimento capaz de provar que nada pode definir uma pessoa, a não ser o que ela traz no coração.


As cores do amor é o mais novo livro da Camila Moreira, autora de 8 segundos, Minha melodia e O amor não tem leis. Este novo livro é spin off de 8 segundos, cujo casal principal é Pietra e Lucas, que aparecem aqui como coadjuvantes. 

Neste livro temos a história de Henrique Montolvani, filho único de Enzo Montolvani, um homem muito poderoso, um verdadeiro barão da soja. Enzo criou Henrique para ser seu sucessor nos negócios da família, no entanto o rapaz sempre odiou o destino que seu pai traçou pra ele. Henrique se tornou o pior sem vergonha da região. Não há mulher que resista ao seu charme, aos seus olhos e seu abdômen. O pai parece odiá-lo cada dia mais, fazendo de tudo para tornar a vida do jovem um verdadeiro inferno. 

No dia do casamento de Lucas e Pietra, Henrique conhece Sílvia, madrinha de casamento de Pietra. Sílvia é fisioterapeuta e melhor amiga de Pietra. Uma negra linda, com curvas de fazer qualquer homem se perder, altamente decidida e bem resolvida. A bicha é empoderada mesmo! Os dois passam um tempo naquela troca de olhares e durante um determinado momento eles trocam um beijo. Apenas isso. Quando Sílvia está voltando para a sua cidade no outro dia, ela vê Henrique e o pai no posto de gasolina, mas ele finge que não a conhece quando ela vai falar com ele. 

Sílvia foi convidada por Pietra a trabalhar com ela no Centro de reabilitação que esta está abrindo na fazenda Girassol. A garota relutou em aceitar, mas após ser demitida da clínica de estética em que trabalhava, por sofrer racismo - e revidar - a morena resolveu aceitar a oferta de sua melhor amiga. E assim, Sílvia se muda para a mesma cidade de Henrique.

Os dois começam um relacionamento intenso e arrebatador. Tudo é muito novo para Henrique, que nunca namorou. E para completar, o pai do jovem é extremamente racista e Henrique morre de medo de que ele maltrate 'sua morena'. Como de fato aconteceu, porém Sílvia soube lidar com a situação, embora por dentro estivesse arrasada. 

E é isso gente, não posso dar spoilers. 

Então vamos lá. Eu posso estar errada e de fato não saber nada do que uma pessoa negra passa. Mas o que acontece é que eu achei muito exagerado a forma como a autora apresentou a personagem Sílvia sofrendo preconceito DE TODOS OS LADOS. Simplesmente onde a mulher fosse tinha alguém xingando ela, soltando piadas, insultando ela de alguma forma. 
Eu não sou negra, tenho a pele morena, mas não negra, porém meus pais são negros. Eu nunca presenciei um só episódio de racismo contra meus pais. Eu sei que tem muita gente racista no mundo, as redes sociais estão aí para nos mostrar o tanto de situações bizarras que acontecem todos os dias com pessoas negras. Mas na real, eu não acho que as coisas funcionam da forma como a autora abordou no livro. 
Tudo bem o pai do Henrique ser racista e tal, afinal o homem é descendente de italianos bem tradicionais e quando os escravos foram libertados, os fazendeiros tiveram que pagar pelos serviços deles e muitas fazendas acabaram em situações difíceis por falta de mão de obra mesmo. Então o ódio pelas pessoas negras foi herdado de geração para geração. Mas sinceramente eu achei que foi demais no caso da Sílvia. Essa é uma percepção MINHA. 

Gostei muito da química entre o casal principal, achei que eles pegavam fogo juntos e as cenas de amor entre eles eram muito intensas. Sílvia não é uma mocinha chata e eu adorei isso. É muito raro eu ler um livro desse estilo e eu não odiar a mocinha. Gostei da personagem, muito batalhadora, sofreu pra caramba na vida e mesmo assim soube dar a volta por cima e se tornar super empoderada. Ela fora abandonada pela mãe logo após a morte do pai, e sozinha teve que criar a irmã mais nova. 

"Quando cheguei e a vi dormindo, soube que nada seria capaz de explicar o quanto aquela mulher era importante para mim. Sílvia me deu um coração. Não o dela, mas o meu. Com ela eu descobrira quanto minha vida era vazia e sem propósito. Ela chegou como um furacão, abalando meu mundo e virando tudo de cabeça para baixo. Mas também era a brisa que me acariciava e me acalmava." Pág 280

Henrique, por outro lado, me irritava muito e se eu fosse a Sílvia tinha dado uns tapas na cara dele muitas vezes pra ele deixar de frescura. Porém gostei da mudança de caráter e atitudes do rapaz ao longo da história. Mesmo tendo uma relação difícil com o pai, que nunca o respeitou, Henrique respeitava o velho Enzo e tentava ao máximo não entrar em atrito com ele. 

Acontece muita coisa no livro, muitos desencontros e algumas situações complicadas que acabam afastando Sílvia e Henrique por um tempo. Ele fica louco procurando por ela, achei lindo a forma como ele nunca desistiu de procurar por ela. Achei legal a forma como ele lutou pelo amor deles e de como ele enfrentou o próprio pai e todo o preconceito em nome do amor que sentia pela Sílvia. 

"Relacionamentos são caixinhas de surpresa. Talvez você abra e encontre um palhaço saltitante rindo para você - ou de você. Mas talvez um casal dance ao som de uma música linda e te faça acreditar que o amor ainda existe. Porém, não há como saber sem abri-la. Você só conseguirá descobrir se arriscar. Podemos passar a vida inteira ao lado de uma pessoa sem amá-la de verdade. Da mesma forma, podemos viver poucos momentos e descobrir que eles foram suficientes para mudar nossa vida para sempre." Pág 225

Gente, não vou mais me estender. O livro é bem legal, quem gosta de um romance com várias cenas hot vai adorar, pois a autora tem uma escrita gostosa e que quando você menos percebe já está terminando o livro. Gostei sim, apesar de ter dado só 3 estrelas. O fato de eu ter dado uma nota mediana é que é uma história que não traz nada de novo, é um clichê, mesmo que a autora tenha sido bem sucedida na forma de contar, ainda assim é clichê. É muito previsível também, a gente já sabe tudo que vai acontecer só pelas situações que a autora apresenta. Isso é uma coisa que me incomoda um pouco, eu gosto de ser surpreendida, e infelizmente As cores do amor não me surpreendeu. Mas eu gostei sim da história, conseguiu me prender por alguns dias e não me entediou em nenhum momento. Fora que suspirei em vários momentos :) 

"Seus olhos brilhantes me encararam, aquecendo minha alma. [...] - Eu amo você, Henrique. Amo porque você não desistiu. Amo porque você me encontrou. [...] Amo porque você foi o único que encontrou o caminho. Amo porque me fez entender que as pessoas se perdem e que os erros são inevitáveis, mas a vontade e o amor sempre serão maiores." Pág 288


Espero que vocês leiam para tirarem suas próprias conclusões. Depois voltem aqui para conversar comigo, ok?! 

Até a próxima. 

SORTEIO

a Rafflecopter giveaway

O resultado será publicado no Blog, Facebook, Twitter e Google+ em até 10 dias após o fim da promoção;
O vencedor tem até 72h corridas para entrar em contato por e-mail através do endereço: blogfeedyourhead@gmail.com;
O blog NÃO SE COMPROMETE a avisar o ganhador;
O Premio será postado pela editora em no máximo **60 dias uteis** após o vencedor entrar em contato com os dados de postagem.*
Perfis fake e exclusivos de promoção serão automaticamente desclassificados, bem como pessoas que não cumprirem as etapas do formulário que se inscreveram;
Válido somente em território nacional;


*Em caso de devolução do prêmio por parte dos correios para a editora por problemas com endereço/falta de alguém para receber, a Editora/blog NÃO É OBRIGADA, bem como o blog, a reenviar o prêmio. Caso a editora queira reenviar, é por responsabilidade dela. O blog se compromete a dar suporte apenas no primeiro envio.

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D