Resenha | Crash - Quando a paixão explode! (Nicole Williams) Crash #01

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Crash
Quando a Paixão Explode
Crash # 1
Nicole Williams
R$ 23,80 até R$ 36,90
ISBN-13: 9788542210507
ISBN-10: 8542210506
Ano: 2017 / Páginas: 256
Idioma: português
Editora: Essência

Para a adolescente Lucy, nada é mais importante que o balé. A dança a transporta para um mundo onde a dor, as lembranças ruins e a violência não existem. Um mundo só dela. Um dia, porém, aquela garota certinha é obrigada a mudar de escola. E é nesse novo ambiente, repleto de descobertas e Inseguranças, que conhece um garoto que só usa cinza e vive com uma toca de lã na cabeça. Jude, o maior bad boy da escola, é lindo e seria o sonho de toda garota, e talvez até o genro que todo pai pediu a Deus... se não tivesse sido preso várias vezes e não morasse num abrigo para garotos desajustados. Lucy não liga para a opinião dos outros: o mais importante é o que Jude sente por ela. E o rapaz parece disposto a abrir seu coração, ainda que um segredo que assombra o passado e o presente dos dois esteja prestes a estraçalhar essa paixão. “Jude era a doença para a qual eu não via cura. A droga da qual eu não queria me livrar nunca. ” LUCY

Eu li Crash pela primeira vez há uns quatro anos logo quando explodiu uma avalanche de livros New Adult. Eu tava lendo tudo que aparecia e aí eu peguei Crash também. 
A história é sobre Lucy, uma garota de 17 anos que levava uma vida boa, tranquila, era uma ótima aluna, engajada em vários projetos sociais, dançava ballet, frequentava a escola particular, morava numa casa legal, etc. Quando algo horrível acontece e vira seu mundo de ponta cabeça. Lucy se vê obrigada a mudar de escola, agora irá para uma pública, mudará para a casa do lago de seus pais, que já está velha e cheia de coisas para reparar, enfim... a menina tem o mundo do jeito que conhece totalmente abalado. 

Sua mãe que já não é a melhor pessoa só fica ainda mais insuportável. Sério, que mulher pavorosaaaa! O pai de Lucy está apático, simplesmente não se importa mais com nada, não resolve nada, não liga pra nada. Meio que vegetando mesmo. 

Então, na última semana do verão, Lucy conhece Jude, um super hiper mega ultra bad boy lindo! Ela mesmo sendo tímida fica se exibindo pra ele. Ele também se sente atraído por ela, apesar de não querer envolvimento. Ele não se envolve com garota nenhuma. Ele até tenta manter Lucy distante, mas não dá. Quando a paixão explode é assim mesmo, leva tudo com ela. 

Jude é de uma família super desestruturada. Primeiro sua mãe foi embora, abandonou a família, depois o pai foi preso e Jude teve que ir morar em um abrigo para garotos iguais a ele. O rapaz já foi preso várias vezes por vários crimes diferentes, agressão, tráfico de drogas, e o djabaquato. Apesar de toda a sua marra, sua falta de paciência, sua impulsividade e possessividade (ufa!) ele não é uma má pessoa. Só tomou más decisões. E ele gosta mesmo da Lucy.

Não vou mais revelar nada do enredo porque vocês precisam ter a surpresa de ler esse livro. Apesar de ser um New Adult com TODOS os clichês característicos desse tipo de livro, ainda assim é uma história muito boa e super crível. Lucy é uma mocinha que é fácil a gente gostar dela, mas da metade pro final ela vai fazendo cada besteira que dá vontade de dar umas palmadas nela pra ela deixar de ser burra. O amor deles é tão intenso e os diálogos são tão cheios de sentimento e urgência, que para muitas pessoas pode dar a impressão de que são meio falsos, mas não, a gente tá falando de dois adolescentes de dezessete anos. Adolescente é assim mesmo, faz burrada mesmo, faz e fala coisas que se arrepende dez minutos depois. Toma más decisões mesmo. 

A história é narrada pelo ponto de vista da Lucy e ela é uma personagem super cativante e mesmo a vida dela estando uma porcaria, ela ainda consegue levar tudo com um bom humor incrível. Uma coisa que senti falta no livro foi a autora explorar mais as paixões dos personagens, por exemplo, no começo da sinopse diz que nada é mais importante pra Lucy do que o balé. Poxa Lucy é bailarina, mesmo depois da situação financeira difícil, ela ainda continua dançando, e a autora meio que deixa isso de lado. Ela deveria ter explorado um pouco melhor isso, mas acho que ficou com preguiça. 

O livro também conta com um plot twist de explodir cabeças e deixar o leitor ansioso pelo próximo livro da série, que diferente dos new adult atuais, permanecerá com o mesmo casal protagonizando os três livros. Não posso falar do que acontece mas é pura cabeçadurismo deles dois. É uma história cheia de emoção, que fala sobre muitos temas até polêmicos como uso de drogas, agressão, abuso, etc. É um livro que nos faz refletir e pensar na importância que é dar uma segunda oportunidade a alguém. Será que todo mundo realmente merece uma segunda chance? 

Já estou ansiosa pelo próximo livro, que ainda não li nem em inglês. Vou esperar a publicação da Planeta. A revisão tá boa e a tradução está boa também, já que li o original, consigo falar que não senti falta de nada. Se você gosta de romance com fortes emoções, leia Crash! 

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D