Resenha | O gabinete paralelo (Maureen Johnson) Sombras de Londres #03



O Gabinete Paralelo
Uma sociedade. Um sequestro. Um amigo perdido
Sombras de Londres # 3
Maureen Johnson
R$ 36,18 até R$ 49,90
ISBN-13: 9788568263501
ISBN-10: 856826350X
Ano: 2017 / Páginas: 352
Idioma: português
Editora: Fantástica Rocco
A capital britânica nunca foi tão assustadora. Os túneis subterrâneos, o Marble Arch e as galerias da rede de esgotos de Ranelagh são alguns dos principais cenários da trama de O gabinete paralelo, terceiro volume da série de mistério Sombras de Londres, de Maureen Johnson. No livro, Rory Deveraux se pergunta se não deveria ter voltado para sua pacata cidade nos Estados Unidos, depois de tudo o que viveu desde que chegou a Wexford. Não bastasse descobrir a habilidade de ver fantasmas e enfrentar uma versão moderna de Jack, o Estripador, ela agora sofre a perda de seu amor, Stephen, e teve sua melhor amiga, Charlotte, sequestrada. Mas é tarde para voltar atrás. Rory tornou-se peça-chave no esquadrão que monitora fantasmas em Londres. E enquanto tenta se recuperar de uma série de acontecimentos trágicos e lidar com todo tipo de surpresas do destino, uma terrível ameaça paira sobre a cidade, exigindo que ela mergulhe ainda mais fundo nas Sombras de Londres.


Bom, como este é o terceiro livro da série é inevitável que rolem alguns spoilers dos anteriores, mas prometo que não revelarei nada crucial DESTE livro.

O livro começa bem de onde o anterior terminou, com Rory, Thorpe, Callum e Bu à procura do "fantasma" de Stephen, que morrera em decorrência de um acidente de carro. Eles já procuraram em todos os locais em que Stephen poderia aparecer, mas nem sinal do agente. Charlotte ainda está desaparecida e Rory precisa mudar de visual porque está sendo procurada, ela meio que fugiu e não deu explicação nenhuma a ninguém. 

Bem gente, nem tem muito o que contar viu. Tô tão decepcionada com esse livro que não sei nem por onde começar. Quem me conhece ou acompanha o blog sabe que eu meio que enjoei de fantasia, principalmente YA fantástico, mas quando eu li O nome da estrela fiquei super empolgada porque acreditei realmente em uma novidade, algo diferente, com todo aquele plot de Jack, O estripador, que diga-se de passagem, ficou totalmente no primeiro livro. Quando li No limite da loucura já deu meio uma esfriada mas ainda assim curti muito a história. Mas este terceiro livro, pelo amor de Deus...

O que era para ser o desfecho da série transformou-se em enchimento de linguiça para um próximo livro (uaaaat?). A história acaba DO NADA e com zero coisas resolvidas. ZERO coisas, Jordana? Como assim? E essas trezentas e tantas páginas aí serviram pra quê? Pois bem, vou lhe dizer, só serviram para trazer o Stephen de volta à vida, se bem que ele não estava totalmente morto, e para acrescentar novos personagens, alguns até desnecessários, como Freddie, uma garota aleatória que aparece do nada e parece ter a solução de todos os problemas de Rory e dos agentes, e Sid e Sadie, que são dois vilões que também meio que surgem de paraquedas nesta história.

Thorpe tem importância até Stephen "acordar", depois disso o cara meio que é esquecido e deixado de lado. Jazza, coitada, só aparece em uma cena e já nas últimas páginas. Jerome, pior ainda, só serve de apoio pra realizar umas coisas que mandam ele fazer e depois é descartado e não recebe explicação nenhuma. Como se fosse muito normal tudo o que eles fazem e toda essa história de fantasmas e pedras mágicas.  

Sinceramente, a Maureen me deixou bem chateada porque eu realmente esperei um ano para ler essa história e ela traz esse plotzinho meia boca e chato. O ritmo do livro é infinitamente mais lento do que os outros, demorei quase dois meses pra terminar essa leitura porque tava tão chato que me dava era sono. Na verdade eu li as 200 primeiras paginas em dois dias, acreditando na solução dos mistérios, mas a medida que as páginas passavam e nada era resolvido eu me desesperava ainda mais. E foi dito e feito, a autora acrescentou muito mais história e pecou por não solucionar o básico. 

Agora estou aqui, me sentindo uma trouxa por ter esperado um ano pra ela lançar esse livro e eu não ter as respostas de nada. Eu acreditava que toda a série iria ter como pano de fundo esse plot do Jack, o estripador, mas realmente nada tem mais a ver com isso e o pior de tudo, a gente não faz ideia de onde ela quer chegar ou o que é isso tudo. Eu espero sinceramente que o próximo livro seja o último e que ela dê de uma vez por todas as respostas que todo mundo tá esperando. Se ela inventar de expandir ainda mais o mundo criado por ela e continuar jogando informações assim sem dar nada em troca, eu realmente vou abandonar a série porque eu já não aguento mais. 

Sinceramente, não sei se recomendo não. Leia por sua conta e risco. 

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Obrigada pelo seu comentário, ele é muito importante para mim!