Resenha | O livro de memórias (Lara Avery)

sábado, 23 de dezembro de 2017



O Livro De Memórias
Lara Avery
R$ 12,90 até R$ 27,93
ISBN-13: 9788555340178
ISBN-10: 8555340179
Ano: 2016 / Páginas: 392
Idioma: português 
Editora: Seguinte
Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física. Ela só precisa de um novo plano. É assim que Sammie começa a escrever o livro de memórias: anotações para ela mesma poder ler no futuro e jamais esquecer. Ali, a garota registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava.

Sammie é uma adolescente comum, muito estudiosa, debatedora no clube de debates da escola, altamente competitiva (e até um pouco arrogante), tudo que ela quer é entrar numa boa faculdade e se mandar dessa cidade pequena onde vive. Porém, a vida não dá mole para a nossa Sammie aqui. A garota é diagnosticada com uma doença degenerativa chamada NPC (Niemann Pick tipo C), que é uma doença raríssima e difícil de diagnosticar. Dificuldades de concentração, alterações na coordenação motora, problemas oftalmológicos, perda de funções neurológicas são apenas alguns dos sintomas dessa  doença genética hereditária rara, que inevitavelmente desencadeará no pior pesadelo de Sammie, a demência. 

Samanta sabe que é fato que ela perderá sua memória, e por isso ela decide escrever um diário de suas memórias para a Sammie do futuro lembrar de quem um dia ela foi. Samanta meio que no estágio de negação, quando descobre a doença, começa a agir de forma arrogante e teve algumas atitudes idiotas e questionáveis, mas dá pra dar um desconto, pois quando ela cai em si do que realmente tá acontecendo, ela vai mudando e aí eu consegui sentir empatia por ela. É até normal, ela é uma adolescente cheia de sonhos e planos e de repente, booom, vem a vida e joga essa bomba nos braços dela. 

Achei o livro bem interessante e super emocionante. Ver a relação que ela desenvolve com as pessoas que a cercam, ver como ela se reaproxima de Cooper, seu amigo de infância, de quem estava afastada há um tempo, e em como ela consegue encontrar nele forças pra suportar tudo que tá acontecendo. A relação deles é a coisa mais fofa, pois só com ele Samanta consegue ser ela mesma, pois ele é uma das poucas pessoas que sabem da doença, e ele a trata como uma pessoa e não como se ela fosse a própria doença. É muito bacana mesmo. Tem também o Stuart com quem ela desenvolve uma relação a partir das coisas que ele representa e ela tanto admira, pelo fato de ele ser escritor, muito inteligente, os dois tem muitas coisas em comum e eles se dão muito bem, a interação entre eles rende cenas muito boas. 

Enfim, O livro de memórias é uma leitura muito tocante, com certeza vai te fazer chorar, pois é um tema difícil, afinal se trata de uma adolescente, e a autora aborda tantas coisas, família, amizade, sonhos, a importância de ter humildade, o amor em tantas formas, etc. E é de partir o coração quando a gente vai se dando conta da evolução da doença da Samanta, como é um diário, a gente vai percebendo os erros que marcam a escrita, é muito triste. O livro é triste mas é uma leitura gostosa e com certeza vai provocar muitas reflexões e emoções no leitor. Indico pra quem gostou de A culpa é das estrelas e Adeus, por enquanto.


| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D