Resenha | Nunca jamais (Colleen Hoover) Never, Never #02



Nunca Jamais
Parte Dois
Never Never # 2
Colleen Hoover
Tarryn Fisher
R$ 16,15 até R$ 23,90
ISBN-13: 9788501108067
ISBN-10: 8501108065
Ano: 2017 / Páginas: 144
Idioma: português
Editora: Galera Record

A segunda parte do suspense romântico de tirar o fôlego “Nunca Jamais” Um garoto abre os olhos e sequer se lembra que seu nome é Silas. O telefone toca... “Encontrou ela?”, pergunta a voz do outro lado da linha. Quem é ela? Quem sou eu? Charlie se vê presa em um lugar parecido com quartos de hospital (ou de um manicômio). Também não se lembra de nada, nem sequer do próprio rosto. O tempo passa e ninguém vem salvá-la. Ela precisa escapar por conta própria. Aos poucos, os dois descobrem que vêm perdendo a memória em períodos cíclicos. E também que se amam imensamente. Numa corrida para descobrir a razão dos apagões em suas memórias, Silas e Charlie acabam descobrindo muito mais sobre si e os mistérios que envolvem suas famílias. Mas muito em breve vão esquecer tudo de novo. E precisam estar juntos para evitar o pior.



Sem passado, sem futuro, lutando no presente, Silas e Charlie não se lembram de nada.

Pra quem leu o primeiro livro sabe que Silas e Charlie a cada 48h perdem as lembranças fora que eles já não se lembram de nada do passado e no primeiro livro podemos acompanhar quando os dois estão tentando colher informações para fazer com que essas perdas de memoria parem.

“Parece tão natural ter pensamentos com a palavra eu. Mas todos os pensamentos são ocos e leves, porque a palavra “eu” não está associada a ninguém.”

E agora aconteceu novamente, Silas acordou dentro de um carro que tudo parece ser dele porem quem é ele, qual o seu nome? Com os papeis por todo o carro Silas descobre novamente qual o seu nome e o que deve fazer. Agora e ele precisa achar Charlie apesar dele só saber que ela está em perigo e que é sua namorada... uma pessoa que ele não lembra e que sente forte carinho.

“Eles só podem ter me drogado. Eles. Estou prestes a descobrir quem são eles.”

Charlie também acordou sem saber de nada e sua situação é mais critica. Ela está presa em algum local e apesar dela não saber de nada, Charlie só tem certeza que não está louca e que o lugar que ela está não é nada bom. Em seus sonhos ela acaba tendo algumas lembranças e não faz a mínima ideia de quem é aquele cara.

“Preciso encontrar Charlie.
Essa noite.”

Silas precisa reunir mais informações pois todos estão achando que esse desaparecimento de Charlie é culpa dele pois seu comportamento anda bastante estranho e ninguém está reconhecendo ele. Ambos estão em perigo e precisam correr contra o tempo.

Tarryn e Colleen criaram uma historia envolvente e que te deixa sem saber o que está acontecendo, um livro cheio de pontas soltas e que aguça a curiosidade do leitor, estou muito animada para a última parte e também com medo de minhas expectativas não serem atendidas.


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Obrigada pelo seu comentário, ele é muito importante para mim!