Resenha | Cartas secretas jamais enviadas (Emily Trunko)

Cartas Secretas Jamais Enviadas
Emily Trunko
R$ 35,30 até R$ 44,90
ISBN-13: 9788555340642
ISBN-10: 8555340640
Ano: 2018 / Páginas: 200
Idioma: português 
Editora: Seguinte

Você já desejou poder voltar no tempo e dar conselhos para si mesmo? Já quis ter coragem de falar como é forte o amor que sente por alguém? Alguma vez já se perguntou por que uma pessoa importante na sua vida parou de falar com você? A partir de contribuições anônimas, Emily Trunko reuniu nesta coletânea cartas que revelam segredos profundos de quem as escreveu. Afinal, muitas vezes o único jeito de lidar com nossos sentimentos mais intensos — seja um amor incondicional ou uma perda irreparável — é botando tudo no papel. A leitura destas cartas nos permite mergulhar na vida de seus remetentes e, ao mesmo tempo, redescobrir nossa própria história e perceber que, mesmo nos piores momentos, não estamos sozinhos.

Cartas secretas jamais enviadas segue o mesmo formato de Últimas mensagens recebidas. A partir de contribuições anônimas, Emily Trunko reuniu nesta coletânea cartas e bilhetes que jamais foram enviados. Há mensagens de todos os tipos, de amor, para ex, de luto, de amor próprio, para a família, para os amigos, de coração partido etc.

Como eu me surpreendi com o primeiro, não estava preparada para tantos tiros, neste eu já vim vacinada. Sabia que encontraria textos inspiradores, mas também sabia que encontraria textos altamente pesados.



As cartas que eu mais gostei foram aquelas direcionadas para "o meu eu" do passado ou do futuro, em que a pessoa mudaria algo que aconteceu ou preveniria a si mesma de fazer certas coisas. 

Muitas cartas me deixaram de coração partido, pois me identifiquei muito com seu conteúdo e facilmente poderia destiná-la a alguém do meu próprio convívio. Como a da imagem abaixo, quando eu li, foi como receber uma facada no coração. Quem tem aquele embuste que não te assume mas não te deixa seguir em frente vai se identificar. 

Há outras que são uma espécie de prisão, como a da menina bissexual que não conseguia contar para a própria mãe. Acho que tem muita gente que facilmente se identifica com o conteúdo desta mensagem. 



Enfim, há cartas de tudo quanto é jeito. Este livro é para ser degustado porque cada mensagem faz você refletir sobre a história de vida daquela pessoa, o que ela estava pensando naquele momento, o que aconteceu com ela depois. É um presente maravilhoso também, pois a edição da Seguinte está a coisa mais linda, capa dura, com uma diagramação toda especial e várias ilustrações. 

Ao final a autora traz os dados de contato do CVV (Centro de Valorização da Vida) e de outras instituições que estão preparadas para auxiliar pessoas que sofrem de depressão ou que tenham pensamentos sobre machucar a si mesmas. E há também espaço para você escrever a sua própria carta. 

Caso você queira enviar a sua carta, pode enviar na página dearmyblank.tumblr.com/submit ou por e-mail dearmyblank@gmail.com. Pode ser a foto da carta, pode usar palavrões, pode ser em qualquer idioma, pode tudo! A autora sempre tenta postar tudo. 

Recomendo pra quem curtiu o anterior e pra quem gosta de edições colecionáveis maravilhosas para ficar na estante. Ótima dica de presente também! Obrigada Seguinte, pela cortesia. 




2 comentários via Blogger
comentários via Facebook

2 comentários

  1. Oi Dana, tudo bem com você?
    Confesso que esse livro não me chamou a atenção quando foi lançado, e mesmo você tendo elogiado bastante a obra, não sei se irei ler.
    Bjkas

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol! É uma edição bem bonita pra guardar mesmo sabe? A leitura é rapidinha e eu gosto de as vezes tirar foto e postar nas redes sociais ou mandar pro crush como (in)direta kkkkk
      beijos <3

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário, ele é muito importante para mim!