Resenha | Ele (Elle Kennedy e Sarina Bowen)

Ele
Quando Ryan conheceu James
Him # 1
Sarina Bowen
Elle Kennedy
R$ 39,90
ISBN-13: 9788584391202
ISBN-10: 8584391207
Ano: 2018 / Páginas: 256
Idioma: português 
Editora: Paralela
CONTEÚDO +18!!!!

James Canning nunca descobriu como perdeu seu melhor e mais próximo amigo.
Quatro anos atrás, seu tatuado, destemido e impulsivo companheiro desde a infância simplesmente cortou contato.
O maior arrependimento de Ryan Wesley é ter convencido seu amigo extremamente hétero a participar de uma aposta que testou os limites da amizade deles.
Agora, prestes a se enfrentarem nos times de hóquei da faculdade, ele finalmente terá a oportunidade de se desculpar. Mas, só de olhar para o seu antigo crush, Wes percebe que ainda não conseguiu superar sua paixão adolescente.
Jamie esperou bastante tempo pelas respostas sobre o que aconteceu com seu relacionamento com Wes, mas, ao se reencontrarem, surgem ainda mais dúvidas.
Uma noite de sexo pode estragar uma amizade? Essa e outras questões sobre si mesmos vão ter que ser respondidas quando Wesley e Jamie se veem como treinadores no mesmo acampamento de hóquei.

Gente eu só queria dizer que estou impactada com essa história. Ainda não estou sabendo lidar com o fim do livro. Queria mais, muito mais. 



Aqui temos a história dos jogadores de hóquei Ryan Wesley e James Canning. Wes e Jamie se conheceram aos treze anos no acampamento Elites, que é um acampamento de verão dedicado à prática de hóquei. Eles logo se tornaram melhores amigos, inseparáveis, uma amizade verdadeira e que ao passar dos anos foi ficando ainda mais forte, até que no verão em que ambos tinham dezoito anos uma aposta mudou tudo e eles se afastaram, ficando assim pelos próximos quatro anos.

Então agora, os garotos já estão se formando na faculdade, se preparando pra jogar profissionalmente e seus times podem se enfrentar na final do campeonato. Wes é o jogador mais cobiçado do time, e está se preparando pra ir pro Toronto (time de hóquei) e Jamie, que é goleiro, para o Detroit. Os rapazes não sabiam que poderiam se enfrentar e assim que chegam ao hotel onde ambas as equipes se hospedarão, Wes reconhece Jamie em meio à multidão e uma onda de lembranças o atinge com toda força. Ele se culpa pelo distanciamento dos dois, coisa que Jamie nunca entendeu.

Após o campeonato, no último verão antes de eles começarem as suas vidas adultas, ambos retornam ao Elites para trabalharem de treinadores de adolescentes que estão praticando hóquei. E adivinhem só, a surpresa que Jamie terá quando descobrirá com quem dividirá o quarto?



Ai gente, ainda não tô sabendo lidar com o fim. Nunca pensei que eu fosse amar tanto um casal como eu amei Wes e Jamie. Eles não são apenas um casal, eles são melhores amigos, a química entre eles é incrível e adorei a maneira como a autora mostrou o processo de autoconhecimento de Jamie, que até então era "hetero". Ryan sempre soube que era gay e sempre foi apaixonado por Jamie, mas nunca revelou ao amigo com medo da reação que ele teria. Jamie também amava Wes, mas ele estava cheio de conflitos pois não sabia se o que sentia era amor ou apenas um grande carinho de amigo.


"Cara. Ainda bem que Jamie não é um guarda de trânsito, porque ele está mandando sinais confusos o bastante para causar um acidente feio."

O momento em que Jamie se descobre com ciúme de Wes é lindo e emocionante e eu amei a cena do lado de fora do bar, na chuva. aiaiaiaiaiai E depois que eles se beijam pela primeira vez, é só tiro, porrada e bomba! A cada nova descoberta sexual que Jamie fazia, eu ficava com o coração acelerado e surtando com as descrições que a autora fez, que convenhamos, estão super detalhadas.



É um romance erótico de dois caras gays, mas não é nem de longe estereotipado, nenhum deles é afeminado. As descrições estão, como já mencionei, super detalhadas, com direito a palavras como c*, p**, b*ceta, HaHaHa. Não há nenhuma suavização e particularmente eu gostei dessa forma pois combinou mais com o jeito dos rapazes. Penso que ficaria estranho se tivessem suavizado.

Pena que o livro é curto e não deu pra aprofundar mais a história de vida dos protagonistas. Só sabemos que o pai de Wes é tão rico quanto escroto, e que a família de Jamie é enorme e muito amorosa com o rapaz. Adorei o momento em que Jamie se assume para a ex-amiga colorida, por telefone, e para a família, através de um post no grupo do facebook da família. Dei muita risada com os comentários. O livro é recheado de cenas de sexo e você consegue notar que não é apenas sexo, eles realmente se amam e a conexão entre eles é incrível.



Recomendo pra quem gosta de um romance beeeeem hot e não tem problemas com vocabulário 'agressivo'. Não sei se recomento pra quem tá começando a ler livros LGBT agora, pois pode ser um pouco impactante no começo por causa das cenas pesadas. Não é pesado só porque é um livro LGBT, seria pesado até se fosse um romance heterossexual. Só é um pouco mais hot do que o que normalmente encontramos nos New adults por aí. Adorei e queria mais desse casal! 

Para ler o quote abaixo, selecione o conteúdo (+18!!!)


"Tiro a camisa. Depois a bermuda. 'Tô pelado!'É o bastante. Ele abre a porta do quarto e vem correndo pelo corredor, pelado e carregando o lubrificante. Quando chega, estou sentado com as pernas abertas encostado no sofá, batendo uma como um astro pornô.Wes lança um único olhar para o recém-chegado. (o sofá)'Cara, o sofá ta usando camisinha.'Agarro seus quadris e o puxo para mim. 'Eu vi', e digo, beijando sua mandíbula. 'É porque ele sabe que vou te comer em cima dele." 

eitaporraeitaporraeitaporra 
4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

4 comentários

  1. Mano do céu eu já estava louca para ler só pelo seus storys. Agora então depois dessa resenha eu preciso ler urgentemente. 😱😱😱 Tu arrasou! E me empresta essa obra prima. 😏😏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahahahahah se vc nao ganhar no sorteio la no evento eu empresto ahaha bjs e obrigada pela visita!!!

      Excluir
  2. Oi Dana, tudo bem com você?
    Eu ainda não li esse livro, mas amo casais que primeiro são amigos (realmente amigos e não aqueles superficiais) e depois desenvolvem um relacionamento amoroso.

    Ps: que quote foi esse? Eita, eita eita rs
    Bjkas

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HaHaHaHAAH CAROL!! Eu tbmmmm amo casais que primeiro sao amigos!!! Menina esse quote foi tenso heim kkk o livro é cheio deles kkkkk ameiiiii aiaiaiaiaia

      Te vejo na bienal esse ano?? bjos e muito obrigada pela visita! <3

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário, ele é muito importante para mim!