Resenha | Um estudo em Charlotte (Brittany Cavallaro) Charlotte Holmes # 1

Um Estudo em Charlotte
Você nunca viu Watson e Holmes desse jeito antes.
Charlotte Holmes # 1
Brittany Cavallaro
R$ 37,99 até R$ 49,99
ISBN-13: 9788579804335
ISBN-10: 8579804337
Ano: 2019 / Páginas: 384
Idioma: português
Editora: Rocco Jovens Leitores
No primeiro livro da série protagonizada pela jovem Charlotte, descobrimos que o talento para solucionar crimes corre no sangue da família Holmes. Com apenas 10 anos, a mais nova descendente do detetive ajudou a polícia a recuperar diamantes que valiam três milhões de libras. Agora, no ensino médio, a capacidade analítica da jovem é posta mais uma vez à prova quando um estudante da escola que ela frequenta nos Estados Unidos aparece morto sob circunstâncias intrigantes, aparentemente inspiradas em uma das histórias mais aterrorizantes de Sherlock Holmes. Os principais suspeitos do crime? Charlotte Holmes e Jamie Watson. Sim, esse mesmo, o tataraneto do fiel amigo do detetive inglês. 

Um estudo em Charlotte é o primeiro livro da série que tem como protagonistas Charlotte Holmes, tataraneta do famoso detetive Sherlock Holmes e Jamie Watson, tataraneto do Dr. John Watson. 

O título faz referência a obra Um estudo em vermelho do autor Arthur Conan Doyle e algumas outras obras são mencionadas no decorrer do livro. Acredito que para quem já leu essas obras deve ser interessante observar como esses casos fazem parte da investigação, mas para quem não leu, assim como eu, não interfere no entendimento do caso que está se desenrolando.

Todos os membros da família Holmes, para honrar o sobrenome, são treinados desde pequeno na arte da dedução e nos mais variados tipos de conhecimento que um dia possam a vir a ser úteis. Além de todo esse aprendizado, Charlotte tem a personalidade parecida com a do Sherlock, aquele ar superior sabe, e a capacidade incrível de deduzir e perceber coisas que os outros não percebem.

Holmes e Watson foram mandados para uma escola nos Estados Unidos por motivos diferentes. As famílias Holmes e Watson não são próximas e eles não se conheciam, apesar de ambos saberem da existência um do outro. O primeiro encontro deles não é dos melhores, mas quando um estudante é assassinado e eles são considerados os principais suspeitos, se veem obrigados a trabalharem juntos para resolver o caso.

Watson, por causa das histórias dos seus tataravôs, sempre sonhou com a Charlotte e criava várias histórias dos dois resolvendo crimes juntos. É bem legal ver esses devaneios e a empolgação dele. O livro é narrado pelo ponto de vista do Watson e eu gostei da forma que a história foi conduzida, embora por grande parte da leitura estivesse no escuro e não conseguia nem pensar em prováveis suspeitos.

Já nesse livro é possível ver a evolução do relacionamento dos dois e eu gostei que foi construído aos poucos, valorizando as pequenas atitudes e não sendo o foco do livro. Charlotte assim como Sherlock pode ser considerada uma pessoa fria por causa da sua praticidade, e eu gostei de ver que em alguns momentos ela tem atitudes e a vulnerabilidade condizente com a sua idade. Ser uma Holmes não é fácil.

Além de assassinato, são abordados estupro e uso de drogas e acredito que essa parte poderia ter sido melhor trabalhada, servindo como alerta mesmo, a postura da família Holmes me incomodou, mas sei que essas coisas não se resolvem logo e esse é primeiro livro da série, então espero que a autora de um destaque maior para esse tema.

Terminei essa leitura e fui correndo pro skoob para saber qual seria o próximo livro e fiquei bem feliz quando vi que já tem 4 livros publicados, o padrão seguido nas capas e os títulos já despertaram o meu interesse. Espero que a Rocco traga logo eles para cá, porque gostei da escrita fluida da autora, a capa tá linda e a diagramação ficou ótima.

Um estudo em Charlotte é um bom livro, o mistério prendeu minha leitura, mas não me deixou muitas pistas para desvendar o mistério e quando finalmente descobrem o culpado, vi que fazia todo o sentido e me questionei porque não pensei nisso antes. 

Holmes e Watson me conquistaram, é gostoso ver a troca entre eles. Nós sempre temos o que ensinar e o que aprender também. Temos bons personagens secundários e quero saber mais sobre o Milo, irmão da Charlotte e outros personagens que são apresentados no decorrer do livro. O epílogo me deixou com gostinho de quero mais. Acredito que o próximo deve ser ainda melhor.

Por Renata Kerolin

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Obrigada pelo seu comentário, ele é muito importante para mim!