Featured Slider

Resenha | Dança da Escuridão (Marcus Barcelos) Horror na colina de Darrington Livro #2

Dança da Escuridão
Marcus Barcelos
R$ 20,61 até R$ 31,43
ISBN-13: 9788595810198
ISBN-10: 8595810192
Ano: 2018 / Páginas: 256
Idioma: português 
Editora: Faro Editorial
Em Dança da Escuridão, a aguardada sequência de Horror na Colina de Darrington, Ben Simons desperta abruptamente e se vê amarrado a uma cadeira de metal, imerso no breu de um local desconhecido. A voz que grita é a de um homem misterioso e sem escrúpulos, que não poupará esforços para extrair de seu interior a obscura confirmação que tanto deseja... o mal presente na sua origem. Agora, para entender o que aquilo significa, o que o colocou na situação de alvo da seita, e tentar salvar todos que estão em perigo por sua causa, ele precisará remontar seus passos desde muito antes da fuga do sanatório ou do episódio na Colina de Darrington e confrontar os tentáculos da aterrorizante organização, que se mostram cada vez mais presentes em todos os lugares. QUANTO DO BOM MENINO AINDA RESTA? O QUANTO AGORA É ESCURIDÃO?

Gente, eu esperei muito por esse livro. Na moral, eu terminei Horror na Colina de Darrington e fiquei: oi? tudo bom, querido? quero a continuação na minha mesa pra ontem! ahahaha Enfim. O final foi bem impactante e eu precisava saber o que ia acontecer. Quando finalmente a sequência chegou, eu não pude dar atenção a ela naquele momento por causa de um pequeno grande percalço chamado TCC. E olha que ainda nem terminei, mas vai dar certo.

Enfim, Dança da escuridão começa com Benjamin em um manicômio, pois no primeiro livro, após os episódios aterradores que se passaram na casa de Darrington, Benjamin foi dado como louco, pois ninguém acreditou na história que o rapaz contou sobre como foi encontrado, com uma arma na mão e o corpo de sua prima Carla, de 5 anos. Benjamin tentou contar às autoridades sobre aquela organização que era uma seita macabra que fazia sacrifícios humanos, mas infelizmente ninguém acreditou nele... ou acreditaram, não é?

Onze anos depois, Ben está neste sanatório, amarrado, sendo interrogado, numa sala escura e fedida. Ele não sabe exatamente onde está, o que está acontecendo. E então ele tem a oportunidade de fugir quando sua outra prima, Amanda, que conseguiu escapar dos eventos ocorridos na mansão, resolve resgatar Benjamin. Será que agora ele vai conseguir provar que estava falando a verdade? E que a única forma de salvar a alma de Carla era libertando-a do inferno a que estava fadada, caso ele não a matasse? 

Eu achei esse bem melhor que o primeiro, acho que porque ele é maior, e o Marcus pode explicar bem melhor sobre tudo que aconteceu. Particularmente eu gosto da maneira como o Marcus escreve, adoro seu jeito de mostrar que ninguém é o que parece. 

O personagem principal fica o tempo todo em um conflito interno sobre si mesmo, e isso perturba a mente dele. Ele sabe que não é mais a mesma pessoa que era quando chegou à Darrington e cada coisa que ele vai descobrindo sobre si, sua história, e a história daquela família peculiar que o acolheu, isso vai consumindo ele cada vez mais. Quanto mais ele vai cavando as histórias mais bizarrices ele vai descobrindo sobre as pessoas que compõem essa organização, e como eles vem atuando há anos. Perturbador.

“- Quanto do menino bom ainda resta aí nessa carcaça acabada?” 

Eu gosto muito dos recursos usados pelo autor para dar mais verossimilhança à história. Trechos de cartas, fragmentos de jornais com notícias, etc., deixam tudo muito real e o leitor tem a sensação que está lendo algo baseado em fatos reais. Deus me livre, mas quem me dera, mas Deus me livre. HAHAHaHa Gente, eu adoro livros e filmes de terror, mas quando são coisas de monstros, coisas que eu sei que é de mentira. Mas mexeu com satanismo, ocultismo eu me borro todinha porque eu super acredito nessas coisas, e eu MORRO de medo, e apesar de esse livro ser mais focado na ação, dá um medinho básico quando ele vai descobrindo as coisas. 

Ainda bem que o Marcos não faz muito suspense, o ritmo da leitura é frenético e é um tiro atrás do outro. Novos personagens são adicionados à trama e devemos dar um destaque para Jacob, filho de Amanda, que tem um papel importante no desenrolar da história. Sério, que moleque esperto. Não vou falar mais nada do enredo porque sério, só leiam!  

A edição da Faro está lindíssima e segue o padrão da primeira, com o corte preto e detalhes na diagramação que dão à obra um tom sombrio e único. O livro está muito bem revisado também, não  lembro de encontrar erros. Eu acho que essa história tem potencial para se tornar uma série ou mesmo um filme, fica a dica heim Marcos DEBRITO se estiver lendo esta resenha! Ha Ha Ha. 

E por fim a minha recomendação. Recomendo pra quem gosta do gênero terror com arco ocultista. Esta duologia é bem chocante e pode perturbar os leitores mais sensíveis. Então desde já, fica o aviso para os mais frágeis, não leiam se não gostarem de satanismo/ocultismo/seitas macabras/rituais de sacrifício, etc. No mais, AMEI! 

Resenha | Lendo de Cabeça para Baixo (Jo Platt)

Lendo de Cabeça para Baixo
Jo Platt
R$ 34,93 até R$ 37,99
ISBN-13: 9788595170513
ISBN-10: 8595170517
Ano: 2019 / Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Fábrica231
A felicidade parecia estar batendo à porta de Rosalind Shaw naquele que deveria ser o dia mais feliz da vida dela. Abandonada no altar, sem qualquer explicação ou justificativa, a jovem mergulha numa depressão sem fim, daquelas de passar dias e dias largada à frente da TV, sem força para sair do sofá. Até que um dia seu amigo Tom propõe que ela se torne coproprietária de uma loja de livros antigos, numa cidade do interior. Ro aceita a proposta e se torna sócia de Andrew, o reservado amigo de Tom, e conhece novos amigos, capazes de mudar a vida dela para sempre. Uma história leve e divertida sobre sentimentos feridos e mal-entendidos, equívocos e perdões.


Lendo de cabeça para baixo tem tudo o que um bom chicklit tem, então é uma ótima pedida para quando queremos uma leitura mais leve e eu adorei que na contracapa tem o selo < 3 Curti - Histórias com final feliz. É a primeira vez que vejo isso, ficarei atenta nas próximas publicações da Rocco porque vão ser livros que entrarão logo para a minha lista de quero ler.

O que os chicklits tem em comum é que são protagonizados por mulheres, que passam por algum acontecimento traumático e acompanhamos sua jornada de recuperação. No decorrer do livro é comum acontecer cenas de vergonha alheia e a gente acaba se identificando com algumas situações, porque se não aconteceu com a gente, pode ter acontecido com alguma amiga. E apesar de certas coisas ruins que acontecem, o bom humor é um dos pontos altos da leitura.

Ros foi abandonada no altar e não sabe porque, o seu ex, o Rato fugiu. Ela vê sua vida e seus sonhos desmoronarem, entra em depressão e acaba perdendo o emprego. Após meses nessa situação, sendo preocupação constante de sua família e amigos, em uma conversa com seu melhor amigo Tom, ela resolve mudar. Uma nova casa, um novo emprego e novos amigos.

Ros torna-se sócia de Andrew em uma livraria e junto com Georgina e Joan formam uma bela equipe. A interação com todos eles é boa, os diálogos são divertidos e eles são essenciais na sua recuperação. Os personagens desse livro são adoráveis. Andrew é mais fechado, o que obviamente desperta o interesse de conhece-lo melhor. Joan é uma senhora alto astral, bastante comunicativa. George é aquela mãezona sempre cuidando de todo mundo e adorada por todos.

Daniel é vizinho de Ros e não causa uma boa impressão quando se conhecem, por sua aparência e por causa do acontecimento ruim que foi o motivo dele ir bater na porta dela. Seus encontros são sempre pontuados por diálogos espirituosos e situações embaraçosas pra Ros, mas aos poucos eles vão se entendendo e tornam-se amigos. 
A história não ficou focada só na vida da Ros, vamos acompanhando e torcendo também para que as coisas terminem bem para os seus amigos. 

"Mas sei que coisas boas podem acontecer a partir da mais terrível das situações."

Gosto de livros que trazem uma mensagem bacana, e sabemos que no momento certas coisas parecem ser a pior coisa que poderia nos acontecer, mas as vezes, é a partir desse momento que outras coisas ganham espaço para entrarem na nossa vida, coisas boas.

Para Ros dois momentos foram decisivos para que no fim ela tivesse sua história com final feliz. Foi bom acompanhar sua evolução, o encerramento e o começo de coisas novas. A autora tem uma escrita fluida, e por mais que não tenha grandes acontecimentos, é um livro bom de ler.


Por Renata Kerolin





Resenha | Pacote Completo (Lauren Blakely) Big Rock #04


Ele tem um presente pra você. E o pacote é especial.
Big Rock # 4
Lauren Blakely
R$ 21,90 até R$ 25,48
ISBN-13: 9788595810327

ISBN-10: 859581032X
Ano: 2018 / Páginas: 240
Idioma: português 
Editora: Faro Editorial
Chase levava uma vida tranquila como médico na movimentada Nova York, sucesso entre as mulheres, parecia que não faltava nada... até que descobre que seu contrato de aluguel está para vencer e se vê entre duas opções: morar na rua e dividir apartamento com a deslumbrante irmã do seu melhor amigo. O problema é que conseguir um bom apartamento em Nova York é mais difícil do que encontrar o amor verdadeiro.
E se eu tiver que dividir um espaço com alguém, que seja com uma garota tão maravilhosa como a irmãzinha do meu amigo. Só peço que os céus me ajudem. Eu posso resistir à Josie. Sou disciplinado, e, se me esforçar, consigo manter meus pensamentos sob controle, mesmo no minúsculo apartamento que dividimos. Mas, certa noite, bem atordoada com um dia difícil, ela insistiu para deitar-se ao meu lado, sob as mesmas cobertas. Isso a ajudaria a dormir, foi o que ela disse...
MAS COMO UM HOMEM COMUM PODE RESISTIR A UMA SITUAÇÃO COMO ESSA? O difícil vai ser segurar a tentação diante da tensão sexual que desperta toda vez que os dois dividem bons momentos. Entre conversas, pizzas e risadas, o clima esquenta e Chase percebe que aquela que em pouco tempo já se tornou uma amiga, pode ser algo mais... talvez um pacote completo.




Eita que eu tô sumida, eu sei, mas isso tem nome e se chama TCC. Mas vamos lá, vamos ao que interessa.
Hoje eu finalmente trouxe a resenha de Pacote Completo, da Lauren Blakely. 

Pacote completo conta a história de Chase e Josie. Pra quem não lembra, a Josie é irmã do Nick, o mocinho de Mister O. (meu livro favorito da série) e o Chase é melhor amigo da Josie, eles são amigos desde sempre e tem uma conexão muito legal. Eles flertam o tempo todo, meio que isso vai se tornando natural, o que acaba dificultando pra eles saberem do que realmente sentem.

Chase é médico, seu contrato de aluguel venceu, ele não sabe pra onde vai e como mora distante do trabalho acaba passando algumas noites no sofá do seu irmão. Mas ele quer mesmo seu cantinho. Josie acabou de ficar sem a sua roomate e está precisando de alguém pra dividir o aluguel. E então surge a oportunidade perfeita para Chase: Por que não dividir o apartamento com sua melhor amiga? E de quebra ser cobaia da melhor confeiteira da cidade?

Dos quatro livros da série que já li até agora, este é o mais fofinho. Claro que tem cenas hot, mas não é tão hot quanto Mister O. por exemplo, que é o mais "pesado" na minha opinião. A química entre os personagens principais é tão gostosinha, natural e é como se eles realmente tivessem nascido um para o outro. Adorei os diálogos entre eles, muito divertidos. A gente teve só alguns vislumbres de Josie no livro do Nick e agora foi muito legal conhecer um pouco dela. Ela é muito esperta, esforçada e fofa. Uma coisa que me chama atenção nos livros da Lauren é que todas as mocinhas dela são super legais, o que é um diferencial, pois nesses livros new adult a maioria das mocinhas são super hiper mega chatas e insuportáveis. Amém Laurennnn! 

A série ainda não acabou, serão seis livros e eu mal posso esperar pelos próximos. Eu gosto muito de como a Lauren dá a voz dos protagonistas homens. Tirando uma coisa ou outra, parece até que quem escreveu os livros foi um homem mesmo. Não sei se ela costuma perguntar ao marido, amigos, irmãos...sei lá, mas é legal demais, principalmente porque são livros HOT escritos por uma mulher, retratando homens! Ha HA Ha 

Recomendo para quem gosta de romances contemporâneos divertidos, fáceis de ler, rápidos e com boas doses de pimenta, se é que vocês me entendem. Não precisa ler na ordem, mas é interessante até para conhecer um personagem ou outro que aparece aqui e já apareceu em outros livros. Gostei!!!