Featured Slider

Resenha | A carta secreta (Lucinda Riley)


A Carta Secreta
Lucinda Riley
R$ 36,60 até R$ 54,99
ISBN-13: 9788580419405
ISBN-10: 8580419409
Ano: 2019 / Páginas: 480
Idioma: português 
Editora: Arqueiro
Quando sir James Harrison, um dos maiores atores de sua geração, morre aos 95 anos, deixa para trás não apenas uma família arrasada, mas também um segredo que seria capaz de abalar o governo britânico.
Joanna Haslam, uma jovem e ambiciosa jornalista, é designada para cobrir o funeral, no qual estão presentes algumas das maiores celebridades do mundo. Mas ela se depara com algo sombrio além de todo aquele glamour: a menção a uma carta que James Harrison deixou, cujo conteúdo algumas pessoas escondem há setenta anos a qualquer custo.
Enquanto procura retirar o véu de mentiras que encobre o segredo e dar o furo jornalístico do século, Joanna percebe que forças poderosas tentam impedi-la de descobrir a verdade. E elas não vão se deixar deter por nada para chegar à carta antes dela.
Neste livro, Lucinda Riley apresenta um suspense surpreendente, sem deixar de lado o romance e a minuciosa reconstituição histórica que sempre encantam seus leitores.
Com mais de 15 milhões de livros vendidos em todo o mundo, Lucinda Riley está na lista de autores mais vendidos da Inglaterra, Estados Unidos, Itália, Noruega, Alemanha e Brasil.
“A carta secreta é um livro multifacetado, escrito com o primor e a poderosa imaginação que já são marcas registradas de Lucinda Riley. Um jogo de gato e rato no qual se cruzam mentiras e histórias de amor, segredos e subterfúgios, dissimulação e perigo.” – Lancashire Evening Post


Eu simplesmente adoro livros com cartas e gostei dos livros que li da Lucinda Riley, então quando vi essas duas coisas na capa A carta secreta entrou para minha lista de leitura. Logo no início tem uma nota da autora, contando sobre a criação desse livro e os motivos dele não ter sido lançado antes e pelo que ela fala já dá pra perceber que vai ser uma história diferente do que ela costuma escrever.

Como o título deixa bem claro, a história principal é movida por essa carta secreta, mas o que de tão importante está escrito nela que pessoas querem tê-la em mãos a todo custo? Ponto para Lucinda que soube manter o mistério durante todo o livro, prendeu minha atenção com uma escrita fluída e uma história movimentada. Não fui boa o suficiente para desvendar o grande segredo antes de todas as peças serem apresentadas.

E quem melhor para ter conhecimento de uma carta secreta do que uma jornalista, não é mesmo? Joanna foi enviada para cobrir o funeral de um famoso ator, James Harrison, mas acaba saindo antes ao se dispor a ajudar uma senhora que não estava passando bem na igreja, e é a partir desse encontro que uma história que pode abalar a monarquia faz com que todos os envolvidos e sabem desse segredo comecem a se movimentar. Quando percebe que há pessoas querendo desesperadamente encontrar essa carta, mais ela se vê envolvida em descobrir qual a ligação de James Harrison com tudo isso, afinal foi no velório dele que ela conheceu a senhora.

A oportunidade para investigar mais sobre ele e ter acesso ao seu passado aparece quando é designada para escrever uma matéria de um projeto que o neto de James, Marcus, está comandando. Marcus é conhecido como um cara irresponsável, ele é um cineasta, mas age mais com o coração do que com a razão, e acumula inúmeros fracassos, tanto na vida pessoal como na profissional, e nesse último caso contava com o apoio financeiro do pai, só que até mesmo o pai estava cansado de ajudar o filho. E essa entrevista acaba mudando o rumo da vida de ambos, eu gostei muito da interação dos dois, os diálogos deles na maioria das vezes eram divertidos.

A irmã de Marcus, Zoe, assim como o avô é atriz e ele sempre a apoiou, principalmente quando ela mais precisou de sua ajuda e compreensão ao engravidar jovem e não revelar quem é o pai do seu filho. Esse é outro segredo que está presente na história, mas que não demora muito a ser revelado e todo o desdobramento envolvido a história desse casal me deixou com raiva.

O livro tem o ponto de vista desses 3 personagens, Joanna, Marcus e Zoe. Os romances eu achei que aconteceram rápido demais, poderiam ter sido melhores desenvolvidos para que eu conseguisse acreditar nesse amor todo, mas tirando isso tiveram bons momentos.
Tiveram momentos de choque também, alguns que eu ficava "É sério isso? Ela disse isso mesmo? Fácil assim?" e outro que eu torci para autora estar me enganando e aquilo que ela escreveu não fosse verdade. Sabe quando você vai lendo e torcendo para que no fim a autora esclareça as coisas mostrando que não foi bem assim? Algumas coisas no final eu não gostei, mas nada que tirasse o brilho dessa leitura que foi muito boa! Já quero mais livros nesse estilo escrito pela Lucinda. Recomendo muito!

Por Renata Kerolin

Resenha | The Chase - A Busca de Summer e Fitz (Elle Kennedy) Briar U # 1

The Chase - A Busca de Summer e Fitz
Briar U # 1
Elle Kennedy
R$ 28,72 até R$ 31,92
ISBN-13: 9788584391363
ISBN-10: 8584391363
Ano: 2019 / Páginas: 320
Idioma: português 
Editora: Paralela
Bem-vinda de volta aos jogos de hóquei e às festas da Universidade Briar! No primeiro spin-off da série Amores Improváveis, conheça a apaixonante e misteriosa Summer, irmã de Dean.
Todo mundo diz que os opostos se atraem. E deve ser verdade, porque não tem nada que explique minha atração por Colin Fitzgerald. Ele não faz meu tipo e, o pior de tudo, me acha superficial. Essa visão distorcida que ele tem de mim é o primeiro ponto contra. Também não ajuda que ele seja amigo do meu irmão.
E que o cara que mora com ele tenha uma queda por mim.
E que eu tenha acabado de me mudar para a casa deles.
Mas isso não importa. Estou ocupada o bastante com uma faculdade nova, um professor que não larga do meu pé e um futuro incerto. Além do mais, Fitzy deixou bem claro que não quer nada comigo, embora tenhamos uma química de dar inveja a qualquer casal. Nunca fui de correr atrás de homem, e não vou começar agora. Então, se o meu roommate gato finalmente acordar e perceber o que está perdendo…
Ele sabe onde me encontrar.


Eu amo a série Amores Improváveis e sempre quando me pedem indicação de livros divertidos ou pra sair de uma ressaca eu os recomendo, então fiquei bem animada quando soube que teríamos um spin off. Para quem leu O acordo, O erro, O jogo e A conquista vai dar pra matar um pouquinho desses personagens tão queridos, e pra quem ainda não leu, corre pra ler, garanto que vai devorar. A Elle Kennedy tem uma escrita boa, constrói bons diálogos e sabe dosar as partes divertidas, as cenas hots, e as dramáticas, porque esses livros abordam vários assuntos importantes.

Você também pode começar com The Chase, sem nenhum problema, afinal é uma série nova e os personagens principais são outros, embora a maioria deles já tenham sido apresentados nos livros anteriores, o que é o caso do casal principal desse livro, Summer e Fitz. Adorei a dinâmica deles mostrada anteriormente e estava curiosa para saber como essa relação seria desenvolvida. 

Summer, irmã do Dean, foi apresentada como uma garota que tem tudo a ver com a tradução do seu nome, Verão. É como se ela fosse o próprio Sol, super pra cima, divertida, cheia de atitude, adora uma festa e é o centro das atenções por onde passa, não apenas por ser linda, ela tem um brilho próprio sabe? E nem precisa se esforça para ser notada. Ela é obrigada a mudar de universidade e acaba indo morar junto com Fitz, Hunter e Hollis.
“Posso ser temperamental, mas minha raiva em geral vem numa explosão e depois desaparece quase instantaneamente. Não fico brava com as pessoas por muito tempo – quem precisa desse tipo de energia negativa na vida? E não guardo rancor.

Fitz, quando a vê é logo atraído por essa energia boa dela, mas ela é a irmã do seu amigo, e os caras tem uma regra com relação a isso, mas o mais importante na cabeça dele uma relação entre os dois nunca daria certo, porque ela é o oposto dele. Ele não gosta de ser o centro das atenções, prefere sempre ficar na dele e odeia dramas, e pra ele a Summer é muito dramática, para que se desgastar assim?

Mas Summer deixa bem claro que quer o Fitz, ela investe e ele foge, que garoto difícil. Ele chega a trata-la mal, a julga sem conhece-la, fala coisas ruins a respeito dela e isso a abala. Vemos nesse livro um outro lado dela, passamos a conhece-la melhor, seus medos, suas dificuldades, suas angustias e incertezas. Ser da família Di Laurentis cobra um preço, a pressão e a cobrança é maior, não por parte dos pais que são maravilhosos, mas na universidade e para completar ainda temos várias situações de machismo, aqueles momentos de leitura que dá muita raiva, porque sabemos que são coisas que acontecem diariamente. É revoltante.

E enquanto Fitz não decide o que quer, e fica mexendo com a cabeça e com o coração da Summer, temos Hunter que afirma que está interessado nela, que quer algo sério, o que gera um clima ruim entre esses amigos que moram na mesma casa. Além desses personagens temos destaque para Brenna, filha do treinador e melhor amiga da Summer, e o Hollis que foi o personagem que mais gostei porque me fazia rir.

Não achei que foi um bom começo para série, esses personagem foram legais como secundários, mas como protagonistas não curti. Não consegui torcer para esse casal, faltou carisma e diferente da outra série não consegui me envolver com os dramas, achei que tudo foi apresentado de uma forma superficial. Foi um livro ok, pretendo continuar a série porque são livros fáceis de ler, mas não tenho expectativa para a continuação.

Por Renata Kerolin

Resenha | O touro Ferdinando (Munro Leaf)

O Touro Ferdinando
Munro Leaf
R$ 24,99 até R$ 27,99
ISBN-13: 9788551002650
ISBN-10: 8551002651
Ano: 2017 / Páginas: 72
Idioma: português 
Editora: Intrínseca

Um dos maiores clássicos da literatura infantil. A história que deu origem ao filme da Fox, dirigido por Carlos Saldanha
Com mais de 80 anos de vida, o simpático Ferdinando continua em boa forma. Sua história não envelheceu um dia sequer, ainda hoje conquistando corações e inspirando o respeito pelas diferenças.
Publicado originalmente em 1938, O touro Ferdinando marcou gerações no mundo todo, tendo sido traduzido para mais de 60 idiomas. Com uma narrativa singela, uma união perfeita entre as ilustrações e o texto de humor delicado, o livro conta a história de um touro que, apesar de seu tamanho e sua força, não tem interesse em lutar nas touradas. Tudo que ele quer é cheirar as flores e ficar quietinho no seu canto, mas às vezes o mundo à nossa volta não compreende aqueles que são diferentes da maioria.
Com um personagem encantador e ilustrações impecáveis, a obra traz uma mensagem universal e atemporal e certamente será amada também pelo público brasileiro.


Gente do céu! Eu morria e não sabia que O touro Ferdinando era um clássico da literatura infantil. O livro é de 1938, mas eu só conheci a história quando soube do lançamento do filme, embora eu ainda não tenha visto o filme.

Pedi o livro pois estou com uma missão de disseminar o hábito da leitura entre os pequenos que me cercam, então sempre que tenho oportunidade junto a alguma editora parceira, peço um livro infantil e, após a leitura, dou o livro para uma criança se deleitar com a história. Dessa vez o livro escolhido foi o O touro Ferdinando. Vou contar um pouquinho da história pra vocês.

Ferdinando sempre foi diferente. Enquanto todos os outros touros queriam se exibir como mais fortes, mais velozes, etc, para participar das famosas touradas de Madri, o Ferdinando só queria ficar ali debaixo da sua árvore preferida, cheirando as flores, pois ele amava o cheirinho delas. Ferdinando, é como eu digo, um cara bem de boas.

Só que um dia vai uma galera lá em busca de um touro bem forte, rápido e bravo para levar para as touradas em Madri. Enquanto todos os outros touros ficavam lá se exibindo, pulando, dando cabeçadas e correndo para mostrarem que eram bons o suficiente para serem escolhidos, o nosso Ferdinando só observava a tudo, e foi se sentar debaixo do seu Carvalho preferido. Porém ao sentar, ele sentou em cima de uma abelha e levou uma ferroada no seu popô! E aí vocês já podem imaginar a confusão... ele saiu correndo, dando cabeçadas, pulando, etc... e obviamente chamou a atenção dos homens que foram lá pra escolher um touro! E é claro que o Ferdinando foi escolhido. 

É incrível o que uma historinha tão singela pode provocar na gente ne? Imagino que se eu tivesse lido esse livro quando criança, quando adolescente e agora na idade adulta, teria percepções diferentes acerca da história. O touro Ferdinando é uma belíssima lição de RESPEITO. Acima de tudo, respeito às diferenças. Nos mostra que somos muito mais do que um "estereótipo". Que não temos obrigação de agir da maneira como os outros esperam. 

Estamos vivendo em um mundo cada vez mais cheio de ódio, intolerância e violência. As pessoas estão perdendo cada vez mais a capacidade de lidar com o que é diferente. Ferdinando nos mostra em poucas páginas que ele sempre soube quem era, desde filhote ele sabia que era diferente e mesmo assim permaneceu seguindo seus princípios. Ele nunca se traiu para atender às expectativas de ninguém. E é bem isso mesmo, a gente precisa se respeitar, não devemos jamais mudar a nossa essência pra tentar se encaixar no mundo.

Amei esse livrinho lindo e já estou indo ver o filme. A edição da Intrínseca tem capa dura e umas ilustrações a coisa mais lindinha do mundo. Perfeito para trabalhar na escola ou mesmo pra ensinar ética às crianças, em casa. Super recomendado!!