Resenha | Poesia que transforma (Bráulio Bessa)

Poesia que transforma
Bráulio Bessa
R$ 20,90 até R$ 29,90
ISBN-13: 9788543105758
ISBN-10: 8543105757
Ano: 2018 / Páginas: 192
Idioma: português 
Editora: Sextante


Eu sou bem sincera em dizer, não era muito fã de poesia, raramente lia poemas e na maioria das vezes me desanimava com poemas por não compreendê-los, ou por não senti-los, logo, não conseguia me conectar a eles. Mas devo dizer que essa minha percepção acerca da poesia mudou quando eu conheci o trabalho do Bráulio Bessa, meu conterrâneo, cearense, lá de Alto Santo. 

O primeiro trabalho de Bráulio Bessa na literatura é um livro chamado Poesia com rapadura, e saiu pela Editora CeNE em 2017. A leitura de Poesia com rapadura foi uma surpresa para mim, que pela primeira vez me peguei lendo poesia por prazer, sentindo que ela de fato, transforma. Pela primeira vez consegui me conectar com esse gênero, que até então, era algo que eu achava chato. E então, quando veio o segundo livro, não perdi tempo, tratei de adquirir.

Poesia que transforma é o segundo livro do autor, publicado em 2018 pela Editora Sextante, e foi uma leitura extremamente prazerosa. Desta vez, Bráulio nos presenteia não somente com seus poemas carregados de sentimento, orgulho de suas raízes e paixão, mas também com crônicas, textos recheados de nostalgia, saudade da infância e amor. 

O livro intercala os poemas com os textos. Após um poema, ele insere um texto que se relaciona com o poema. Tem um texto sobre o seu principal poema, o que ele chama de seu "clássico" que é o poema "Recomece", que é incrível. No texto ele fala sobre algumas histórias sobre pessoas que tiveram suas vidas transformadas por causa desse poema, é de arrepiar! Tem sobre sua mãe, sobre sua esposa, sobre redes sociais, enfim, e ele sempre coloca fatos curiosos de sua infância e seus familiares. Tem textos muito emocionantes como o que ele fala do pai, que separou-se da mãe quando ele tinha oito anos e mudou para São Paulo, e como hoje eles são grandes amigos, e como o pai se tornou sua pessoa de confiança, ao lado de sua esposa, Camila. 

Foi muito legal saber mais sobre as origens do poeta que encanta o Brasil inteiro todas as sextas-feiras, no Encontro com Fátima Bernardes. Bráulio consegue transmitir com seus textos e poemas toda a simplicidade que cercou sua infância e adolescência. Foi muito bom saber como se deu o processo de criação da página Nação Nordestina e como ele chegou ao sucesso que é hoje. Sempre com bom humor, simplicidade e sua dose de matutagem. Sem falar nas gírias nordestinas que são maravilhosas. Eita cabra porreta!

Ri e quis chorar em alguns dos textos, e me emocionei muito com os depoimentos ao final do livro. Realmente a poesia do Bráulio encanta e transforma quem se deixa tocar por ela. Poesia que transforma tem as ilustrações de Elano Passos, que são belíssimas e muito delicadas. A diagramação também está bonita, mas é simples. Gosto da capa e sinto vontade de sorrir ao olhar pra ela. 

 Recomendo para qualquer pessoa, qualquer idade e mesmo para quem não tem tanta afinidade assim com poesia. Dê uma chance, se permita igual eu me permiti, e logo verá que os poemas de Bráulio te encantarão como encantaram a mim. Adorei. 
1 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Um comentário

  1. Oi Dana, tudo bem?
    Confesso que também não tenho muita afinidade com poesia, mas de uns tempos para cá a minha percepção tem mudado. Não li nada do autor, mas irei dar uma chance.
    Bjkas

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário, ele é muito importante para mim!