Resenha | Lendo de Cabeça para Baixo (Jo Platt)

Lendo de Cabeça para Baixo
Jo Platt
R$ 34,93 até R$ 37,99
ISBN-13: 9788595170513
ISBN-10: 8595170517
Ano: 2019 / Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Fábrica231
A felicidade parecia estar batendo à porta de Rosalind Shaw naquele que deveria ser o dia mais feliz da vida dela. Abandonada no altar, sem qualquer explicação ou justificativa, a jovem mergulha numa depressão sem fim, daquelas de passar dias e dias largada à frente da TV, sem força para sair do sofá. Até que um dia seu amigo Tom propõe que ela se torne coproprietária de uma loja de livros antigos, numa cidade do interior. Ro aceita a proposta e se torna sócia de Andrew, o reservado amigo de Tom, e conhece novos amigos, capazes de mudar a vida dela para sempre. Uma história leve e divertida sobre sentimentos feridos e mal-entendidos, equívocos e perdões.


Lendo de cabeça para baixo tem tudo o que um bom chicklit tem, então é uma ótima pedida para quando queremos uma leitura mais leve e eu adorei que na contracapa tem o selo < 3 Curti - Histórias com final feliz. É a primeira vez que vejo isso, ficarei atenta nas próximas publicações da Rocco porque vão ser livros que entrarão logo para a minha lista de quero ler.

O que os chicklits tem em comum é que são protagonizados por mulheres, que passam por algum acontecimento traumático e acompanhamos sua jornada de recuperação. No decorrer do livro é comum acontecer cenas de vergonha alheia e a gente acaba se identificando com algumas situações, porque se não aconteceu com a gente, pode ter acontecido com alguma amiga. E apesar de certas coisas ruins que acontecem, o bom humor é um dos pontos altos da leitura.

Ros foi abandonada no altar e não sabe porque, o seu ex, o Rato fugiu. Ela vê sua vida e seus sonhos desmoronarem, entra em depressão e acaba perdendo o emprego. Após meses nessa situação, sendo preocupação constante de sua família e amigos, em uma conversa com seu melhor amigo Tom, ela resolve mudar. Uma nova casa, um novo emprego e novos amigos.

Ros torna-se sócia de Andrew em uma livraria e junto com Georgina e Joan formam uma bela equipe. A interação com todos eles é boa, os diálogos são divertidos e eles são essenciais na sua recuperação. Os personagens desse livro são adoráveis. Andrew é mais fechado, o que obviamente desperta o interesse de conhece-lo melhor. Joan é uma senhora alto astral, bastante comunicativa. George é aquela mãezona sempre cuidando de todo mundo e adorada por todos.

Daniel é vizinho de Ros e não causa uma boa impressão quando se conhecem, por sua aparência e por causa do acontecimento ruim que foi o motivo dele ir bater na porta dela. Seus encontros são sempre pontuados por diálogos espirituosos e situações embaraçosas pra Ros, mas aos poucos eles vão se entendendo e tornam-se amigos. 
A história não ficou focada só na vida da Ros, vamos acompanhando e torcendo também para que as coisas terminem bem para os seus amigos. 

"Mas sei que coisas boas podem acontecer a partir da mais terrível das situações."

Gosto de livros que trazem uma mensagem bacana, e sabemos que no momento certas coisas parecem ser a pior coisa que poderia nos acontecer, mas as vezes, é a partir desse momento que outras coisas ganham espaço para entrarem na nossa vida, coisas boas.

Para Ros dois momentos foram decisivos para que no fim ela tivesse sua história com final feliz. Foi bom acompanhar sua evolução, o encerramento e o começo de coisas novas. A autora tem uma escrita fluida, e por mais que não tenha grandes acontecimentos, é um livro bom de ler.


Por Renata Kerolin





1 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Um comentário

  1. Oi Renata e Dana! Eu fiquei indecisa quando esse livro foi lançado. Li a sinopse e pensei: legalzinho.
    Ainda não sei se irei colocar nos meus desejados, mas gostei muito da resenha.
    Beijos

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário, ele é muito importante para mim!